CPI DO LIXO DO MILHÃO – 5 VEREADORES DESAFIAM PESADO

cpi do lixo miri

cpi do lixoEm sessão da Câmara Municipal nesta manhã foi acolhida a CPI do LIXO DO MILHÃO com o voto de 5 vereadores.

Esta Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) é a primeira na gestão Toninho/Antoniel, que não completou 90 dias sem provocar uma bronca Pesada, que já circula na mídia de todo o Estado.

A CPI pode ser apenas mais uma, tamanho o descrédito da população com nossos políticos.

Mas para quem assistiu o debate na Câmara da Terra do Açaí sentiu disposição dos vereadores que toparam o desafio. Quem votou pela abertura da CPI foram:

1- Ana da Vila (PSD)
2 – Carmo (PT)
3 – Pastor Genivaldo Valente (PSDB)
4 – José Maria Costeira (PT)
5 – Neto Nahum (PSD)

Os discursos foram ácidos e com pouco de partidarismo. Ficou mais na linha do “quem não deve não teme”.

Se Pesado não deve nada, pode ficar despreocupado, diziam alguns, pois não haverá perseguição.

charge-votolixo

Logo após a sessão passou a ser divulgada a seguinte nota nas redes sociais:

*URGENTE: CÂMARA CRIA CPI PARA INVESTIGAR “LIXO DO MILHÃO” DO PREFEITO TONINHO PESO PESADO*

Com 05 (cinco) assinaturas de Vereadores, segundo o último levantamento feito, a Câmara Municipal de Vereadores de Igarapé-Miri criou a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), com a finalidade de investigar eventuais irregularidades, fraudes e desvios de verba referente à contratação de uma empresa responsável pela coleta do lixo doméstico no município de Igarapé-Miri, pelo Prefeito Municipal Ronélio Quaresma – popularmente conhecido como Toninho Peso Pesado.
De acordo com o regimento interno da Câmara de Vereadores de Igarapé-Miri, são necessários pelo menos 3 (três assinaturas) para criar uma CPI – O documento obteve 05 (até o momento).
CONFIRA A LISTA DOS VEREADORES QUE ASSINARAM PELA ABERTURA DA CPI:
1- Ana da Vila (PSD)
2 – Carmo (PT)
3 – Pastor Genivaldo Valente (PSDB)
4 – José Maria Costeira (PT)
5 – Neto Nahum (PSD)

VEREADORES QUE SE NEGARAM A ASSINAR:
1 – Nenca (PMDB)
2 – Kadheq (PMDB)
3 – Irmão Nenca (PMDB)
4 – Ney Pantoja (PROS)
5 – Prof. Valdir Júnior (PT DO
6 – Toninho do Murutinga (PSB)
7 – Guto da Comunidade (PV)
8 – Rufino Leão (PMN)

VEREADORES FALTOSOS
1 – Gil Pinheiro (PSDB)
2 – Angêla Maués (PMDB)

O vereador José Maria Costeira-PT, leu na sessão desta Quarta-feira (22), o requerimento que solicitava a instauração da CPI, ao lado dos Vereadores Ana da Vila, Neto Nahum e Pastor Genivaldo, que também assinaram o requerimento.
O próximo passo para que a CPI possa ser instalada e começar a entrar em funcionamento é a indicação, por parte dos líderes partidários, dos parlamentares que vão integrar a comissão.
Os líderes tem 72 horas para fazer a indicação, caso contrário, o próprio Presidente da Câmara tem esse poder. A CPI terá cinco vereadores titulares e cinco suplentes e deverá concluir os trabalhos em um prazo de 60 dias após a instalação.
CPIs têm poderes de investigação equiparados aos das autoridades judiciais, como determinar diligências, quebrar sigilos, ouvir indiciados e inquirir testemunhas.
Além disso, as CPIs podem convocar autoridades a participarem de audiências. A comissão pode também sugerir a abertura de inquéritos.

caminhao do lixo pesado

EX-VEREADOR DE ANANINDEUA SERIA DONO OCULTO DA EMPRESA DE LIXO

Nem bem o GM divulgou a matéria sobre a CPI DO LIXO começaram a chegar informações bem consistentes sobre o envolvimento de um ex-vereador de Ananindeua no caso.

Seria o ex-vereador do PMDB conhecido como BRAGA. Ele atuou na Câmara Municipal de Ananindeua pelo PMDB até o ano passado, não tendo sido reeleito.

braga-pmdb-04154-c

Braga seria um dos donos na empresa BB IMAGEM, tanto que já foi acionado na Justiça do Trabalho por ex-funcionários da empresa. Vejam uma das tramitações:

VEREADOR BRAGA E BB IMAGEM

O GM checou as informações e descobriu que existem outras reclamações envolvendo a tal empresa de coleta do lixo (BB IMAGEM) relacionadas com o ex-vereador ED WELLINGTON DE ALMEIDA PEREIRA (BRAGA). No processo acima foi feito um acordo para encerrar o caso.

A empresa funciona em Ananindeua pela foto divulgada no Blog Central Miri:

BB IMAGEM

A informação que chegou ao GM é que todos na vizinhança desse imóvel e os que lá trabalham sabem que o ex-vereador seria um dos proprietários, mas ocultando seu nome na direção da empresa.

Se isso é verdade ou não…só o tempo dirá, caso revolvam investigar.

22 PROMOTORES DISPUTAM VAGA PARA IGARAPÉ-MIRI

LISTA REMOÇAO PROMOTORES IG MIRI

O Ministério Público divulgou em fevereiro a lista dos que Promotores de Justiça que pretendem ocupar a vaga de Titular na Comarca de Igarapé-Miri.

Se alguém pensava que os promotores tem medo de vir atuar na nossa Comarca, se enganou.

São 22 os inscritos e no rol de promotores temos a Dra. Érica Almeida, que já atuou alguns anos na Terra do Açaí e com destemor. E dentre tantos outros bons nomes também o promotor Bruno Beckembauer, que já encampou muitas ações de improbidade nos municípios onde passou, inclusive em Cametá e Limoeiro do Ajuru.

Vejam a lista dos concorrentes e vamos torcer para que logo ocorra a nomeação:

  • DANIEL MENEZES BARROS
  • CARLOS LAMARCK MAGNO BARBOSA
  • ADRIANA PASSOS FERREIRA
  • RENATO BELINI DE OLIVEIRA COSTA
  • MARIA CLÁUDIA VITORINO GADELHA
  • CRYSTINA MICHIKO TAKETA MORIKAWA
  • ANDRESSA ERICA AVILA PINHEIRO
  • ELY SORAYA SILVA CEZAR
  • BRUNO BECKEMBAUER SANCHES DAMASCENO
  • ERICA ALMEIDA DE SOUSA
  • JEANNE MARIA FARIAS DE OLIVEIRA
  • AMANDA LUCIANA SALES LOBATO
  • JULIANA DIAS FERREIRA DE PINHO PALMEIRA
  • JOAO BATISTA DE ARAUJO CAVALEIRO DE MACÊDO JUNIOR
  • CRISTINA MARIA DE QUEIROZ COLARES
  • MARCELA CHRISTINE FERREIRA DE MELO CASTELO BRANCO
  • LUCIANO AUGUSTO ARAUJO DA COSTA
  • HERENA NEVES MAUES CORREA DE MELO
  • SABRINA MAMEDE NAPOLEAO KALUME
  • GRUCHENHKA OLIVEIRA BAPTISTA FREIRE
  • JOSE AUGUSTO NOGUEIRA SARMENTO
  • ALINE JANUSA TELES MARTINS

A CPI DO LIXO SAI OU NÃO SAI ?

Hoje tem reunião na Câmara Municipal de Igarapé-Miri e nas redes sociais já se comenta que o debate vai girar sobre a abertura ou não da CPI DO LIXO.

O grupo de Pesado teria conversado com sua base aliada na Câmara e articulado reação ao noticiário sobre a irregularidade da contratação da empresa  J & B Engenharia e Serviços Ltda – Me (BB IMAGEM) pelo valor de R$ 1.092.480,00 (um milhão noventa e dois mil quatrocentos e oitenta reais).

Tal empresa teria apenas 1 caminhão de lixo e seis funcionários. Esse é o caminhão que tem circulado pela cidade e ninguém sabe ainda quem é o dono:

caminhao do lixo pesado

A turma da gozação que não perde parada já deu até apelido ao veículo: CARRO DO MILHÃO.

Alguns vereadores, em particular, tem se assanhado a pedir a abertura de uma CPI.

Mas existe receio, pois até hoje nenhuma saiu do papel na Câmara Miriense. E fica aquela impressão que montar CPI serviu apenas para barganhar cargos ou uma ponta.

De outro lado, já se divulga que Pesado teria sustado a contratação do Carro do Milhão, diante da repercussão do caso. Mas também isso ainda é especulação, já que nenhum documento das contratações da gestão Pesado foi divulgado até agora.

O que existe de concreto mesmo é que o contrato com a BB IMAGEM foi feito e divulgado no Diário Oficial do dia 24 de fevereiro de 2017:

DIARIO OFICIAL CONTRATA BB IMAGEM LIXO IG MIRI

E também que o contrato feito com a empresa E B CONFECÇÕES por Pesado no ano de 2015 está sob investigação do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, conforme noticiado no GM: https://gazetamiriense.wordpress.com/2016/09/06/policia-federal-investiga-compra-de-lonas-e-placas-de-inauguracao-na-gestao-pesado/

Se algum vereador quiser ter acesso a esse inquérito, basta requerer na Polícia Federal

pf-ipl-eb-comercio-e-pesado-verbas-educacao\

pf-ipl-eb-comercio-e-pesado-verbas-educacao-02

E também seria importante saber quem é o dono do tal Caminhão do Lixo, o tal Carro do Milhão. Em pesquisa no site do Detran se vê que é um veículo bem antigo, fabricado no ano de 2001 e que custaria no máximo 100 mil reais, pois tem 16 ANOS DE USO. Ou seja, daria pra comprar mais de 10 com o valor desse contrato milionário.

CONSULTA PLACA CARRO DO MILHÃO

Alguns chegaram a dizer que esse caminhão era aquele que o Pé de Boto usou durante alguns meses de seu mandato e que ficou parado depois. Ou que a carroceria teria sido colocada nesse veículo. Mas a placa pelo menos é diferente.

Mas é importante saber: QUEM É O DONO DO CARRO DO MILHÃO ?

Pode ser que também isso não interesse aos vereadores.

No entanto poderiam ter a curiosidade de saber quanto a tal empresa ou os proprietários JARBAS BORGES MORAES REGO e SERGIO NAZARENO CARNEIRO DOS SANTOS já lucraram com esse contrato.

Que a coleta do lixo é um serviço necessário e urgente ninguém discute. Mas tinha que ser desse jeito, nesse valor e com tantas dúvidas ?

E para uma empresa de serviços gráficos que é de Ananindeua, longe da região Tocantina. Será que a Terra do Deputado Chicão tem mais prestígio do que a Terra do Açaí ?

Imagine se essa empresa fosse de Cametá…já iam dizer que era do Padre, do Bispo ou de alguém que não é filho da “terra”.

E se a coleta não pode ser feita com os caminhões da prefeitura ou locados aqui mesmo, poderia ser contratada uma empresa local ?

Os vereadores tem o poder de decidir o que fazer, afinal, são os representantes do povo.

Mas seria bom que cada um pudesse logo dizer para que foram eleitos e como vão direcionar seus mandatos.

Se acham cedo pra uma CPI, que pelo menos tenham a coragem de investigar e dar uma satisfação aos seus eleitores. Fica a dica !

COOPERATIVA DO LIXÃO VAI APRESENTAR DENÚNCIAS CONTRA O GOVERNO PESADO EM RÁDIO DA CAPITAL

PESADO NA TV

O clima político deve esquentar um pouco nesta quarta-feira.

A Cooperativa de Catadores de Lixo que atua no lixão da estrada da Vila de Maiauatá teria um rol de denúncias envolvendo a coleta e destinação do resíduos em Igarapé-Miri.

Esses fatos, ao que parece, envolvem a gestão Pesado e foram encaminhados para a rádio 100,9 FM, onde atua o jornalista Nonato Pereira.

Tal radialista vem destacando nas últimas semanas a tal contratação da empresa BB IMAGEM por mais de um milhão de reais em 90 dias, conforme matéria veiculada no Blog Central Miri (Notícias Mirienses) no mês de março: EMPRESA QUE FORNECEU MATERIAL DE CAMPANHA PARA PESO PESADO TEM O MESMO ENDEREÇO DA EMPRESA QUE GANHOU CONTRATO MILIONÁRIO DO LIXO

Além da incrível coincidência de endereço entre a empresa BB IMAGEM e a E B CONFECÇÕES, a matéria aponta outras irregularidades que também chegaram ao conhecimento dos vereadores.

Pois bem. As tais denúncias da Cooperativa vão ser divulgadas hoje no Programa Mix Atualidades, que teria convidado também a advogada Anne Veloso para dar maiores esclarecimentos, pois tem atuado em defesa dessa Cooperativa desde o ano passado.

Vamos ver o que surge de novidade nessa situação no programa de rádio da capital e qual a repercussão.

ESCOLA ENEDINA CELEBRA 43 ANOS DE EXISTÊNCIA

HISTÓRIA DA ESCOLA ENEDINA SAMPAIO MELO[i]

A história da Escola Enedina Sampaio Melo teve início no auge do mais duro período da história do Brasil. O país sofria com o autoritarismo do regime militar que havia sido instaurado no dia 15 de abril de 1964 durante o golpe que derrubou o governo do presidente eleito democraticamente João Goulart.

No local onde hoje estão localizadas as Escolas Enedina Sampaio Melo e Raimundo Emiliano Pantoja, existia um campo de futebol pertencente ao Sant’Ana Esporte Clube de Igarapé-Miri. No ano de 1973 o terreno foi adquirido pela prefeitura municipal que era administrada pelo Sr. Alberone Benedito Corrêa Lobato, e entregue ao governo estadual que logo começou as obras de construção da escola. O governador da época era o Sr. Fernando Guilhon.

As obras prolongaram-se até o ano de 1974, até que no dia 19 do mês de março do decorrente ano a escola foi inaugurada, sendo o nome uma homenagem à mãe do Dep. Osvaldo Melo, a professora Enedina Sampaio Melo oriunda da tradicional família miriense, Pinheiro Sampaio, nascida e criada na Fazenda Santana em Igarapé-Miri.

No entanto a escola foi erguida às margens de um pequeno caminho cercado pela mata, onde hoje é a principal rua da cidade, a Trav. Coronel Vitório. Mas a escola não foi construída em meio à floresta por acaso, o objetivo de sua construção era acelerar o crescimento urbano de Igarapé-Miri, pois a cidade ainda era pequena, tendo seus limites nas proximidades de onde hoje é o Estádio Municipal Bianor Palheta.

Por ficar afastada do centro da cidade a escola Enedina ficou abandonada por um longo período, até que no ano de 1977 o Grupo Escolar Manoel Antonio de Castro entrou em reforma, sendo assim suas turmas distribuídas entre as escolas Marilda Nunes e a então abandonada Enedina. As turmas transferidas para a Escola Enedina foram as de 3ª, 4ª e 5ª séries primárias.

Passaram a trabalhar na Enedina os professores que moravam mais próximo à escola. Ficando responsável pela administração a Sr.ª Rosa Maria Gomes.

Após a construção da Enedina, houve naquela região da cidade um grande crescimento populacional, pois os imigrantes que aqui chegavam começaram a habitar as redondezas da escola.

Durante o período de dois anos a escola funcionou somente como um membro do Grupo Escolar, que sofria com uma superlotação. No ano de 1979 as turmas enedinenses foram emancipadas da então Escola Sede, passando assim a Escola Enedina a ter direção própria e a atender a alunos de alfabetização até a 4ª série. No período de 1980 a 1983 o ensino de segundo grau (hoje Ensino Médio), foi implantado em Igarapé-Miri pelo Sistema Modular de Ensino (SOME), sendo que a aula inaugural foi lecionada nas dependências da Escola Enedina Sampaio Melo. Na época a escola ofertava o curso de magistério, contribuindo assim de forma assídua para a formação de professores em nossa cidade.

 

O DESMEMBRAMENTO DO TERRENO PARA A CONSTRUÇÃO DA ESCOLA RAIMUNDO EMILIANO PANTOJA

No ano de 1990 foi implantado o ensino de Segundo Grau, já no sistema regular. Na época uma parte do terreno pertencente à Escola Enedina foi desmembrado para que fosse construída uma nova escola para receber os alunos do ensino médio já que a escola Enedina não suportava a demanda de alunos.

Com a falta de espaço as aulas passaram a ser no prédio da Escola Eurídice Marques.

No ano de 1992, depois que a nova escola foi inaugurada, houveram vários pedidos para que as aulas do ensino médio passassem a ser lecionadas na Escola Raimundo Emiliano. O pedido foi atendido, mas por pouco tempo, acredita-se que por questões políticas as aulas do ensino médio foram transferidas para a Escola Enedina, fazendo com que a escola vizinha passasse a funcionar somente como escola de ensino fundamental.

 

A REGULARIZAÇÃO DA ESCOLA

Em 1996, com a nova LDB (lei 9.394/06 – Lei das diretrizes e bases da educação), foi criado o Ensino Médio (em substituição ao segundo Grau). Sob a direção do Sr. André Sousa, a escola precisava ser regularizada, pois a Enedina tinha um grande atraso nos arquivos escolares. Para a regularização da escola foi necessária a ajuda dos alunos que incansavelmente se dispuseram a colaborar, fazendo levantamentos de relatórios e organização dos arquivos, enquanto a direção cuidava da documentação necessária para que o processo fosse concluído com sucesso. Na época a escola tinha aproximadamente 1.200 alunos, com isso foi necessário seis meses para que a escola fosse finalmente regularizada.

Em 2001 o Ensino Fundamental foi municipalizado passando a ficar sob a responsabilidade do Governo estadual somente o Ensino Médio.

 

A REFORMA DA ESCOLA ENEDINA

A partir de 2007 a Escola Enedina começava a passar pela pior fase de sua história, pois a estrutura física do prédio estava bastante comprometida, assim ameaçando a integridade física de seus alunos. Em 2008 sob a direção da professora Maria de Nazaré Rodrigues, depois de uma reunião ficou decidido que as aulas não seriam, mas lecionadas naquele prédio.

As diversas turmas de ensino Fundamental e médio foram divididas em quatro grupos que estudariam em lugares diferentes, sendo que as turmas ficaram espalhadas entre a Escola Aristóteles Emiliano de Castro (Ginásio), Escola Manoel Antonio de Castro, Barraca do Perpétuo Socorro, e o Polo Universitário de Igarapé-Miri (Escola Agrícola) localizado na PA-151. Essa situação causou um grande transtorno aos alunos e professores.

Durante esse período os alunos, funcionários e pais de alunos organizaram várias caminhadas pedindo a reforma da escola.

Em 2009 a SEDUC alugou os andares de cima do prédio do Supermercado Quaresma localizado na Rua Rui Barbosa. Depois de uma adequação o espaço foi dividido em sete salas de aula, climatizadas com cozinha e banheiros, assim os alunos que estavam estudando na Escola Agrícola foram remanejados para lá.

No mesmo ano durante uma visita da Governadora da época Ana Júlia Carepa, foi anunciada a tão sonhada reforma da Escola Enedina, sendo essa notícia muito comemorada pelos funcionários e alunos enedinenses. Em setembro do mesmo ano, depois de reformada os alunos finalmente retornaram a nova Enedina, assim terminando a pior fase da história da Escola.

Durante esse período a Escola Enedina registrou uma evasão escolar superior a 35%. Não esquecendo jamais de ressaltar o empenho da Ex-diretora a Professora Maria de Nazaré Rodrigues.

Hoje a Escola Enedina é o maior centro educacional do município de Igarapé-Miri, e é constituída de 8 blocos, e aproximadamente 1.200 alunos espalhados entre os turnos da manhã, tarde e noite.2014-08-06 08.57.08 modified_copy

FONTE (http://escolaenedinasampaio.blogspot.com.br)

[i] Créditos da pesquisa reservados à Professora Aldenora Gonçalves e aos alunos Railson Wallace e Naylana Nascimento.

 

 

SINTEPP JÁ COGITA BUSCAR SOCORRO JUNTO AO MINISTÉRIO PÚBLICO E ACIONAR JUSTIÇA, CASO AS ÚLTIMAS TENTATIVAS JUNTO AO GOVERNO NÃO TRAGAM BONS RESULTADOS

Israel F. Araújo (poemeiro@hotmail.com)
Coord.-Geral da Subsede do Sintepp de Igarapé-Miri (PA)

 

O Sintepp, Sindicato dos Trabalhadores/as em Educação Pública do Pará, por meio da Subsede de Igarapé-Miri, também aderiu às mobilizações da classe trabalhadora do dia 15 de março, hoje, a chamada Greve Nacional, convocada por centrais sindicais (como a CUT/Central Única dos Trabalhadores e a CTB/Central de Trabalhadores do Brasil) e Confederações (como a CNTE, Confederação Nacional dos Trabalhadores/as em Educação Pública). O ato, que começa hoje mas pode ser estendido indefinidamente, tem como objetivo central resistir às “reformas” da Previdência e Trabalhista, duas das meninas dos olhos de Michel Temer (PMDB-SP) e seu grupo de aliados. Mesmo com todo um conjunto de auxiliares diretos (ministros de Estado) e de deputados/senadores sob suspeitas nacionais, com pedidos de investigações da Procuradoria-Geral da República (PGR) nas costas, Temer e aliados têm o desmonte da Previdência pública como prioridade para estes meses de março/abril/maio.

 

 

Nesse sentido, o Sintepp esteve liderando, em todo o Pará, as paralisações e outras estratégias de luta, de enfrentamento da Categoria de Trabalhadores/as na Educação Pública. No caso de Igarapé-Miri, a Coordenação do sindicato convocou uma PARALISAÇÃO a acontecer no dia 15/03/2017, nos turnos manhã, tarde e noite. Oficializou a demanda ao Secretário de Educação, Raimundo Carlos Castro.

 

Nos debates travados, de manhã, na sede própria do Sintepp, foram analisadas as conjunturas nacional e local, tendo em vista os gargalos; é o caso da atuação de deputados/as paraenses que apoiam Michel Temer, geralmente ligados ao Senador Jader Barbalho/PMDB e ao Governador do Pará, Simão Jatene/PSDB. Esses parlamentares poderão votar a favor ou contra a “reforma”, na Câmara, sendo que a eles/as estão diretamente ligados muitos Vereadores/as de Igarapé-Miri, agentes de Governo, auxiliares do Prefeito de Igarapé-Miri e o próprio Prefeito Toninho Peso Pesado/PMDB. Assim como também se analisou a correria de Temer e seus para aprovar as mudanças que poderão minar um direito tão sagrado dos Trabalhadores/as do Brasil, de todas as áreas e todas as categorias.

 

Michel Temer, que se aposentou há cerca de 20 anos, com salários de Procurador de São Paulo (segundo fontes deste Blog, com cerca de 40 mil de salários), afirmou que não se poderia fazer algo “modesto” na Previdência; confira matéria no link http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/n%C3%A3o-podemos-fazer-algo-modesto-na-previd%C3%AAncia-para-depois-fazer-corte-maior-diz-temer/ar-AAoobXI?li=AAggXC1&ocid=mailsignout; (Estadão. André Ítalo Rocha e Anne Warth). Essa publicação destaca:

 

No dia em que manifestações contra a reforma da Previdência ocorrem em várias cidades do País, o presidente Michel Temer afirmou que não se pode fazer uma reforma “modestíssima” hoje, para que o governo não seja obrigado a realizar cortes maiores no futuro. “Não podemos fazer coisa modestíssima agora, para daqui quatro ou cinco anos fazermos corte muito maior, como Portugal, Espanha e Grécia”, afirmou o presidente, em evento do Sebrae e do Banco do Brasil, no Centro Cultural Banco do Brasil, em Brasília.

 

 

Na propaganda oficial do Governo de Temer, chamada maliciosamente de “Minuto da Previdência”, a “reforma” iria salvar a Previdência de défcits; estudos sérios, feitos por pesquisadores, já provam que a Previdência NÃO TEM DÉFCIT (prejuízos anuais) e, sim, lucros, superávit; em 2016, por exemplo, o lucro da Previdência estaria em torno de 11 bilhões de reais. Sobre essas propagandas, por nós entendidas como enganosas, fincadas num pressuposto de que o povo seria ignorante sobre essa matéria, no dia de hoje (dia de Greve Nacional contra a Reforma de Temer), uma juíza federal no Rio Grande do Sul suspendeu a propaganda “Minuto da Previdência” do governo federal, conforme publicado em http://www.msn.com/pt-br/noticias/brasil/justi%C3%A7a-suspende-propaganda-de-temer-sobre-reforma-da-previd%C3%AAncia/ar-AAoojwb?li=AAggXC1&ocid=mailsignout (VEJA.Com). A notícia diz que

 

 

A Justiça Federal suspendeu nesta quarta-feira, de forma imediata, em todo o país, a campanha publicitária feita pelo governo federal para defender a reforma da Previdência, uma das principais prioridades do governo do presidente Michel Temer (PMDB). A juíza Marciane Bonzanini, da 1ª Vara Federal de Porto Alegre, determinou, ainda, multa diária de R$ 100 mil no caso de descumprimento da decisão. (…)

 

 

No âmbito da conjuntura municipal, os grandes gargalos estão nas informações prévias e não-oficiais da Lotação 2017, haja vista que vários profissionais do Magistério já relataram à Coordenação do Sintepp que tiveram cortes de salários na ordem de 50% ou até mais. Isso nos vencimentos de fevereiro/2017, quando esses não tinham passado por nova Lotação (ou seja, estava valendo a de 2016). Nesses casos, “trata-se de cortes de salários, o que pro Sintepp é inaceitável”. O Sintepp já solicitou a cópia da Lotação/2017, bem como a respectiva Portaria de Lotação e as Folhas de Pagamento (mensais, 60% e 40% FUNDEB), pormais de uma vez e todas sem resposta.

 

Há muitos relatos feitos à direção do Sintepp, que hoje foram reiterados (sob sigilo), na Assembleia do Sindicato, de que está (estaria) havendo muitas contratações de servidores para as escolas de Igarapé-Miri, para a rede de ensino, assim como profissionais com formação de Nível Médio (sem magistério e sem Curso Normal) estariam sendo contratados para a Docência, sem que disponham da devida formação pedagógica. “Nesse caso, é a aprendizagem dos alunos o que seria profundamente abalado”, reiteramos. O segundo caso ainda está sendo melhor apurado pelo Sintepp.

 

O grande gargalo nesse campo seriam as não respostas da parte do Titular da SEMED quanto à Pauta do Sintepp, “pelo menos para dizer: não vamos responder”, salienta um dos coordenadores do sindicato que defende a Educação e seus trabalhadores/as.

 

 

ENCAMINHAMENTOS

 

1 – Acionar os Deputados/as paraenses a votarem contra a “Reforma”, na Câmara; os mesmos têm maior ou menor ligação com Igarapé-Miri, mas defendem o povo do Pará como um todo (via mensagens e uso de redes sociais, além de outros meios);

 

2 – Ir à Câmara de Igarapé-Miri, dia 22/03/17, por volta de 09:30h, para cobrar dos Vereadores ali instalados uma posição pública se favorável ou contrária à essa “Reforma”, para que os mesmos também acionem os (respectivos) deputados/as de sua articulação política (é uma pauta conjunta com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Igarapé-Miri/STTR, além de associações e demais organizações);

 

3 – Caso de o Prefeito Toninho não responder a demanda do Sintepp por reunião (protocolada nesta segunda, 07/03), a Categoria deve tomar medidas de maior impacto classista; se precisar, a ocupação deve ser a saída;

 

4 – Buscar respostas (mais buscas) sobre o Calendário de aulas 2017, especificando os casos do SOME e demais mio rural (aulas estariam para ter início, nesse caso, dia 27/03 ou até em começo de abril); depois, tomar outras medidas;

 

5 – Tomar providências sindicais quanto às não-respostas do Titular da SEMED, CARLOS CASTRO, acerca da Pauta do Sintepp, quase em nada avançando até hoje (incluindo medidas quanto a Lotação 2017, especificadas por Portaria de Lotação/2017, exibição de Folhas mensais de Pagamento da Educação 60% e 40% FUNDEB, entre outros);

 

6 – Discutir, junto com o STTR, o SindSaúde, SISPIM, associações, cooperativas e outras, a instalação de uma “Plenária” (ou Fórum, Inter….) da Classe Trabalhadora em Igarapé-Miri, na qual as várias instituições que organizam a luta das categorias de servidores públicos/as, moradores, produtores/as poderiam debater as respectivas conjunturas, construir Pautas conjuntas e demandar às autoridades; a Câmara Municipal, o Prefeito Municipal e o Ministério Público seriam os principais convidados para a mesa.

Estado de Greve 01