PESADO DEMITIU QUANTOS TEMPORÁRIOS EM IGARAPÉ-MIRI ?

Ainda no mês de junho o GM cantou a pedra de que iria ter demissão de temporários no governo Pesado.

Muitos foram contratados no início deste ano e muitos ainda aguardavam ou aguardam contratação. Mas de outro lado o pagamento da folha começou a atrasar e até agora não foi normalizado.

Quem trabalha com contrato temporário não pode reclamar, senão vai pra rua mais cedo.

E então saiu um DECRETO em 30 de junho de 2017. Vejam o teor:

decreto DEMITE TEMP MIRI JUNHO 17

DECRETO DEMITE TEMP MIRI JUNHO 17 02

DECRETO DEMITE TEMP MIRI JUNHO 17 03

Trocando em miúdos os considerandos, se resume que a Prefeitura está quebrada e com não cumpre a legislação. Bom, isso não é de hoje e nem começou nesta gestão.

Mas espanta a conclusão do Decreto, que RESCINDE TODOS OS CONTRATOS, mas autoriza que sejam RECONTRATADOS de acordo com cada secretaria.

Afinal de contas não se sabe quem foi pra rua ou quem ficou. A Prefeitura esconde a folha de pagamento a sete chaves.

Não se sabe até mesmo quantos parentes do prefeito, vice, secretários e vereadores foram contemplados na atual gestão.

Existe Lei da Transparência, mas é mesmo que nada.

Mas se muitos foram demitidos em julho, já se escuta falar na volta ou admissão de outros tantos.

Enquanto isso, não se vê uma obra na cidade e até agora se espera pela ajuda do Governo Federal, na costa do Ministro Hélder Barbalho e de emendas parlamentares, que ficam na conta das promessas de campanha.

Até agora apenas uma lancha escolar. O caminhão de lixo foi festejado e anunciado, mas até agora não chegou.

E tomara que o Hélder não pesquise o preço do caminhão por aqui, senão os 40 milhões que gastou pra comprar mais de 100 não ia dar pra pagar o aluguel de um ano.

E reajuste do funcionalismo, esse então ficou para 2018 ou sabe lá quando…

Anúncios