JUSTIÇA CONDENA TONINHO PESADO POR ABUSOS NA ELEIÇÃO DE 2015 E APLICA INELEGIBILIDADE POR 8 ANOS

Em sentença de 28 páginas, datada do dia 20 de setembro, foi publicada hoje a decisão da Justiça Eleitoral na Ação de Investigação Judicial Eleitoral 2222, condenando RONÉLIO ANTONIO RODRIGUES QUARESMA (Toninho Peso Pesado) por abuso de poder e condutas vedadas na eleição suplementar de 2015.

E se ele tivesse sido eleito em 2015 estaria sendo condenado a perder o cargo. Mas como não foi, a pena aplicada foi a de ficar inelegível por oito anos.

A sentença inocentou Toninho Pesado de diversas acusações de abuso, inclusive sustentadas pelo Ministério Público Eleitoral, mas considerou graves o uso da propaganda da prefeitura em benefício do então candidato, bem como a contratação de mais de 700 servidores temporários antes da campanha.

E de outro lado, viu provas suficientes do uso da máquina pública para beneficiar Toninho Pesado com propaganda institucional paga com dinheiro público.

Dessa decisão cabe recurso e certamente que caberá ao TRE ou TSE uma última palavra sobre o caso. E como o registro de candidatura de Pesado já está deferido ele vai continuar sua campanha eleitoral.

Em alguns locais se viu até comemoração e fogos por parte de adversários políticos do candidato.

Mas o fato não alegra ninguém. A condenação de nossos políticos não reflete bem para a imagem de nossa cidade e muito menos para nossa população.

Igarapé-Miri sempre foi uma cidade pataca e acolhedora, de gente simples e humilde. Nos últimos anos tem convivido com diversos problemas na área de segurança, saúde, e tantos outros que ganham até destaque nacional. Quem não lembra do incêndio do fórum em 2008, dos noticiários de assassinatos, prisões e operações policiais ?

E na vida política tem sido alvo de noticiários péssimos que só prejudicam nossa imagem. As dívidas da prefeitura são milionárias com INSS, servidores e fornecedores. Só uma imensa força tarefa administrativa, jurídica e contábil poderá ajustar essa situação, se tivermos uma administração responsável nos próximos mandatos. E isso tem um custo financeiro alto para a Terra do Açaí, que todos pagam, querendo ou não.

Tivemos um prefeito cassado, dois vereadores, intensa disputa para serem prefeitos interinos e mais vale tudo na eleição suplementar de 2015.

Não é culpa da Justiça, de advogados ou de apenas grupos políticos o que tem ocorrido.

Se existem problemas é culpa é de todos nós, que somos povo e temos a oportunidade, nem que seja com apenas um único voto, de buscar soluções para as nossas dificuldades.

Essa decisão judicial pode ter ou não influência no pleito de 02 de outubro.

Mas os eleitores são soberanos em suas escolhas. Ao povo compete a eleição. Ao judiciário julgar as causas que aparecerem por lá.

O GM publica o inteiro teor da sentença, pois seus leitores acompanham a vida política de nossa cidade e buscam estar bem informados.

aije-0001-1

aije-0002

aije-0003aije-0004aije-0005

aije-0006

aije-0007aije-0008aije-0009

aije-0010

aije-0011

aije-0012

aije-0013

aije-0014

aije-0015

aije-0016

aije-0017aije-0018

aije-0019

aije-0020aije-0021

aije-0022

aoje 0023.jpg

aije-0024

aije-0025

aije-0026

aije-0027

aije-0028

Anúncios