FALSO PATUÁ: JUSTIÇA SOLTA RUZOL POR PROBLEMAS DE SAÚDE

DIARIO DO PARA 17 SET PRISAO PÉ DE BOTO

A Justiça autorizou a soltura de Ruzol Gonçalves, ex-secretário de obras na gestão Pé de Boto e que foi preso durante a Operação Falso Patuá em setembro de 2014 e depois solto.

Nova prisão contra ele foi decretada em julho de 2015, juntamente com outros acusados pelo Ministério Público de fazerem parte de um Grupo de Extermínio, que seria comandado por Pé de Boto. A ação penal está tramitando e pode demorar.

Ruzol foi preso e por ter problemas de saúde, ficou ainda mais debilitado no período em que esteve na prisão.

Foi autorizada então sua prisão domiciliar, para que possa ser melhor cuidado por médicos e pela família. No entanto, foi determinado que cumpra determinadas obrigações, sob o risco de ter novamente sua prisão decretada.

Vejam a decisão que autorizou a soltura, que está disponível no site do Tribunal de Justiça:

DECISAO DE SOLTURA RUZOL

O Ministério Público também acusou Pé de Boto de ter utilizado empresas para dar um rombo milionário na Prefeitura de Igarapé-Miri. A justiça autorizou buscas e apreensões em diversos locais de Igarapé-Miri e Belém, mas parou aí. Vários documentos e bens da Prefeitura foram apreendidos e até hoje não foram devolvidos. A promotoria de Igarapé-Miri analisa o caso, sem prazo para dar uma resposta.

Até hoje se noticiam débitos na previdência, com funcionários, com fornecedores e dívidas de toda sorte na Prefeitura.

A Câmara de Vereadores se calou sobre o assunto. Nunca abriu uma CPI ou qualquer investigação sobre Pé de Boto ou sobre os desvios, apesar dos pedidos do Ministério Público e de muitos outros:

DIARIO DO PARA 17 SET BOTO PRESO

Pelo jeito, não sabem e nunca saberão cuidar de Ti… pobre Igarapé-Miri.

Uma cena ficou gravada na mente de muitas pessoas sobre a Operação Falso Patuá. O procurador Nelson Medrado afirmou em entrevista que os vereadores tinham medo de Pé de Boto ou que tinham sido ameaçados. No mesmo dia um grupo em peso de vereadores foram procurar o Jornal O LIBERAL para negar as ameaças do ex-prefeito.

O jornal O LIBERAL destacou a seguinte matéria no dia seguinte:

GRUPO NEGA AMEACAS EM O LIBERAL

grupo nega ameaça

Poucos dias depois Pé de Boto foi solto e fez festa pela cidade.

pe de boto quando saiu da prisão

Mas logo depois o Tribunal Regional Eleitoral cassou seu mandato e passamos a ter diversos prefeitos interinos até que nova eleição fosse realizada.

Anúncios