FICHA SUJA DO TCU, TCE E TCM: DILZA PANTOJA TEM 9 CONDENAÇÕES QUE SOMAM MAIS DE R$1.400,000

As listas de gestores inelegíveis do Tribunal de Contas da União, do Estado e dos Municípios foram divulgadas até esta semana.

É a chamada lista dos fichas sujas, apelido que surgiu após a criação da Lei da Ficha Limpa, que passou a impedir de forma mais rígida de serem candidatos aqueles que tem contas rejeitadas nesses tribunais.

Nomes de gestores e de servidores públicos mirienses também aparecem por lá, mas se fosse uma olimpíada certamente que a ex-prefeita Dilza Pantoja já estaria com a medalha de ouro. São 9 condenações no total e o valor devido alcança mais de 1,4 MILHÃO de reais. Sem falar no que ainda não foi divulgado.

Na lista do Tribunal de Contas do Estado constam 5 condenações que somam mais de 1,2 milhões de reais. Todos esses débitos são de convênios firmados com o governo do estado do Pará (asfaltamento, cemitério, obras na saúde, etc.) e que não foram devidamente aplicados em Igarapé-Miri ou que sofreram restrições por parte do TCE na avaliação da prestação de contas. Não cabe mais recursos dessas decisões:

CONTAS DILZA NO TCE 2016

Na lista do TCU também constam dois convênios rejeitados. Não informam o valor atual do débito, mas o montante analisado alcança quase 200 mil reais.

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO

DILZA MARIA PANTOJA CORRÊA – PREFEITURA DE IGARAPÉ-MIRI

PROCESSO 003.857/2008-6 26/09/2012 – AC 6104/2009-2ª CÂMARA ; AC 3334/2011-2ª CÂMARA ; AC 326/2012-PLENÁRIO ; AC 1049/2012-PLENÁRIO ; AC 2055/2012-PLENÁRIO – VALOR: R$ Montante Analisado: 73.646,50

PROCESSO 010.285/2009-6 06/11/2012 AC 5585/2012-2ª CÂMARA ; AC 7202/2012-2ª CÂMARA –Montante analisado: R$ 114.529,84

A lista do TCM divulgada no dia 15 de agosto também aponta que duas contas relativas ao Fundo Municipal de Saúde do Ano de 2005 foram rejeitadas:

TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS

DILZA MARIA PANTOJA CORRÊA

FUNDO MUNICIPAL DE SAÚDE ANO 2005 – Acórdão 27.988 e 27989

O TCM não divulgou o valor da condenação de cada uma dessas condenações, apenas os números das decisões.

Dilza Pantoja foi Prefeita de Igarapé-Miri de 2005 a 2008 tendo como Vice Carmem Pantoja. Não conseguiu a reeleição.

Em 2012 apoio Pé de Boto para prefeito e é da base do governador Jatene, tendo apoiado por muito tempo Ïtalo Mácola para deputado e depois preferiu Ana Cunha:

dilza e boto

JATENE E DILZA NO MIRI

Este ano está apoiando Joca Pantoja e Marcelo Correa para a prefeitura de Igarapé-Miri.

dilza e joca

A condenação desses mais de R$1.400,00 só de débitos apurados no TCU e TCE é feita por meio de execução fiscal, mas ninguém sabe se algum real vai voltar aos cofres do município de Igarapé-Miri, pois se a ex-prefeita não tiver bens, fica tudo por isso mesmo.

Na gestão Roberto Pina vários processos de cobrança, improbidade e execução foram protocolados contra ex-gestores para tentar recuperar dinheiro público.

É bom cobrar do próximo prefeito que continue a cobrar judicialmente os débitos de quem deixou rombo na prefeitura e que apresente propostas concretas para o combate à corrupção.

Anúncios