PESADO DIZ QUE INVESTIGAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL POR DESVIOS DE MAIS DE 1,5 MILHÃO NÃO EXISTE E DENUNCIA BLOGS

TONINHO PESADO DENUNCIA BLOGS

A página do Facebook de Toninho Pesado, ex-prefeito interino, agora presidente da Câmara e candidato a prefeito, apresentou nota de esclarecimento e boletim de ocorrência policial relatando que estaria sendo caluniado e difamado por blogs de Igarapé-Miri e aí inseriu o Gazeta Miriense.

Diz o Boletim de Ocorrência e nota que está sendo vítima de falsas acusações.

Venho através desta nota, deixar o registro, em respeito ao povo da nossa amada Miri, sobre minha ida à Delegacia de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos, onde realizei um Boletim de Ocorrência, em relação aos crimes contra a honra praticados por diversos blog’s e faks, que estão tentando denegrir a minha imagem através de calúnias e difamações. Essa é apenas a primeira medida que tomei, junto da minha equipe jurídica, para que seja feita a verdadeira justiça. Na ocasião, volto a dizer que o nosso propósito sempre foi trabalhar pelo melhor para esta cidade e reafirmo a continuação do meu projeto.

nota e bo toninho pesado x gm

A atitude de Toninho Pesado de denunciar crimes é louvável, mas além de dizer que o Gazeta Miriense está mentido, também seria importante que ele explicar qual o motivo do Procurador Federal Daniel Avelino ter instaurado o Inquérito Civil Público 1.23.000.001144/2016-07 em 12 de maio de 2016 e se de fato pagou mais de 1,5 milhão de reais por livros que até hoje não foram utilizados.

Só dizer que é inocente, neste caso não basta.

Todos os que são gestores públicos são obrigados a prestar contas e apresentar processos licitatórios, coisa que até hoje o Sr. Ronélio Antonio Rodrigues Quaresma não fez, conforme atestam diversos documentos do Tribunal de Contas dos Municípios e diversas ações judiciais, inclusive de Busca e Apreensão de documentos (0055385-75.2015.8.14.0022), até hoje sem decisão na Comarca de Igarapé-Miri.

Direito de dizer que é inocente todos os cidadãos tem, mas não podem impedir investigações ou processos.

É este o caso de Toninho Pesado. Ele foi gestor e o pagamento dos valores para a empresa SUPLEGRAF ocorreu durante sua gestão. Se ele tem culpa ou vai ser condenado, somente o Ministério Público Federal e a Justiça é que vão dizer e isso pode até demorar. Mas a investigação existe e está provada.

E quem deu causa a tais investigações ou ações não foi o Gazeta Miriense ou outros blogs, foi o próprio ex-prefeito, já que as ações decorrem de atos que praticou ao gerir o dinheiro público, assim como ocorrem com outros prefeitos, governadores e até presidente da república. Se até a presidente está sendo investigada e todos os fatos são divulgados pela imprensa, qual o motivo da CENSURA contra o GM, se todos os investigados da Lava-Jato tem seus nomes divulgados.

O Gazeta Miriense está, como sempre esteve, à disposição do Sr. Ronélio Antonio Rodrigues Quaresma para divulgar seus esclarecimentos sobre o caso SUPLEGRAF ou outros fatos. E confirma em todos os termos o que foi publicado sobre o título:

PROCURADOR FEDERAL APURA DESVIOS DE MAIS DE 1,5 MILHÃO NA GESTÃO PESADO: CASO SUPLEGRAF

Este blog tem nome e sobrenome, não é fake e nunca publicou matérias que não tenham respaldo em documentos idôneos ou informações seguras. Os nomes dos conselheiros estão divulgados e são de conhecimento público, inclusive de Toninho Pesado.

O último que reclamava que o blog era caluniador foi Pé de Boto e um que se dizia “surfista da prosperidade”, que colocava até carro som nas ruas e nota em jornal para falar mal do GM e de seus editores.

Tomara que Toninho Pesado não queria usar as mesmas táticas de seu aliado.

Se a delegada de polícia quiser investigar o caso, estaremos prontos a entregar todos os documentos aqui publicados e outros que provem que a investigação do Ministério Público Federal existe e está tramitando. E o próprio Procurador da República também pode servir de testemunha e dizer sobre o que está apurando.

E o resultado do inquérito do MPF sobre o caso SUPLEGRAF, assim que liberado, será devidamente publicado para conhecimento dos nossos leitores, que tem direito de saber o que foi feito com o dinheiro público de nossa cidade, ainda mais em quantias tão elevadas e com livros apodrecendo na SEMED.

 

 

Anúncios