PROCURADOR FEDERAL APURA DESVIOS DE MAIS DE 1,5 MILHÃO NA GESTÃO PESADO: CASO SUPLEGRAF

daniel avelino

O GM teve acesso a documentos que atestam que o Procurador DANIEL AVELINO instaurou Inquérito Civil Público para apurar desvios de mais de 1.5 milhão de reais durante a gestão Toninho Pesado.

O esquema teria começado quando Pé de Boto ainda era prefeito e Felipe Pantoja era secretário de educação, e teria iniciado um processo licitatório fraudado para que a empresa SUPLEGRAF fosse a vencedora. O acordo era fornecer quase 2,5 milhões em supostos livros didáticos.

Interessante que Pé de Boto foi preso em setembro, cassado em outubro e somente quando Toninho Pesado assumiu o cargo é que o contrato foi retomado.

O prejuízo é de mais de 1,5 milhão e meio. O dinheiro do FUNDEB foi gasto e hoje faz falta para o pagamento de salários, pois a folha de pagamento de 2015 teve que ser complementada com recursos de 2016.

Um processo administrativo da Prefeitura levantou diversas provas dos crimes e o caso foi parar na justiça de Igarapé-Miri, que ainda não decidiu se vai bloquear o dinheiro da empresa SUPLEGRAF, pois os livros são inservíveis e apodrecem na SEMED desde março de 2015.

Agora o Ministério Público Federal abriu investigação para apurar os crimes, que comprometem Toninho Pesado e uma série de servidores públicos e os donos da empresa SUPLEGRAF. Vejam a portaria de começou a Investigação Civil Pública:

ICP CASO SUPLEGRAF

ICP CASO SUPLEGRAF 02

A primeira providência do Procurador Federal foi requisitar ao TCM informações sobre a existência do processo licitatório. A resposta deve ser negativa, como já antecipou o GM em diversas matérias que provam que tanto Pé de Boto quanto Toninho Pesado não deixaram processos licitatórios no TCM e nem na Prefeitura. Vejam o ofício:

OFICIO ICP SUPLEGRAF

Alguns documentos foram apreendidos na Operação Falso Patuá e até hoje estão guardados na Justiça, não se sabendo quando haverá uma decisão.

Mas os prejuízos todos os Mirienses sentem, quando falta dinheiro pra educação, saúde, saneamento e em tantas outras áreas.

Resta esperar que a justiça tarde…mas não falhe, não abandone os Mirienses…

Anúncios

Um comentário sobre “PROCURADOR FEDERAL APURA DESVIOS DE MAIS DE 1,5 MILHÃO NA GESTÃO PESADO: CASO SUPLEGRAF

Os comentários estão desativados.