COMPLEXO DE FEIRAS E MERCADOS É INAUGURADO

complexo inaugurado 04

Dia de São João de 2016 em Igarapé-Miri foi marcado pela inauguração do Complexo de Feiras e Mercados.

Uma obra necessária e esperada por muitos anos. Com problemas e dificuldades diversas, mas que pode ser o início de uma nova etapa na organização da Terra do Açaí.

complexo inaugurado 03

A obra é fruto de uma escolha dos próprios moradores, ainda na gestão Dilza Pantoja, quando o governo do estado deu a oportunidade de escolha entre o Mercado e a Orla.

A ex-prefeita Dilza teria articulado para conseguir o terreno. No local funcionou por muitos anos uma grande Madeireira e muinha e serragem não faltava. Mas era o local mais próximo do rio e do centro da cidade. E hoje pode ter boa ligação com a Sesque.

O povo entendeu que o Mercado era mais importante, Simão Jatene era o governador. Mas foi Ana Júlia iniciou e concluiu a obra, que logo após a entrega quase foi interditada por quedas de lajes da lateral.

complexo inaugurado 02

Vieram reformas na gestão Roberto Pina de 2009/2012 e o início de um planejamento para adequar o espaço à realidade do município e dos feirantes. O Mercado não suportava todos os que trabalham com carne, peixe e vendas diversas.

Foram batidas estacas para construção de boxes na lateral. E a obra parou aí.

Desde 2015, na atual gestão Pina, foi retomado o planejamento e com parceria com alguns feirantes, foi possível construir 23 boxes na lateral esquerda do Complexo.

Na sexta, dia 24 de junho, a inauguração de fato aconteceu. O Complexo foi apresentado limpo, pintado e arrumado para a população ver e passar a acreditar que a Terra do Açaí pode ter melhores dias.

complexo inaugurado 08

complexo inaugurado 09

A presença de muitas autoridades (vereadores, secretários, prefeito e vice) se somou a religiosos (padres e pastores), feirantes e foi aplaudida pela população. Após muitos discursos, inclusive da esposa e filho do finado ex-prefeito Miguel Pantoja a inauguração aconteceu.

complexo inaugurado 07

O nome de Miguel Pantoja no Complexo é fruto de uma lei municipal aprovada ainda em 2012 e segundo diversos oradores do evento faz jus à dedicação que ele tinha pelos Mercados da cidade. Acordava cedo todos os dias quando era prefeito e sua primeira tarefa era ver os preços e as atividades dos feirantes. Alguns gostavam, outros não, mas o nome de Miguel Pantoja se vinculou a atividade dos feirantes.

O Prefeito Roberto Pina discursou entusiasmado com a obra, a qual pode iniciar mudanças no comportamento e no trânsito da cidade, tema tão cobrado pelo Ministério Público em diversas recomendações nos últimos anos.

complexo inaugurado 06

Os feirantes já começaram a mudar para o Complexo. A Prefeitura disponibiliza caminhões para a mudança. Ontem os que atuam no Mercado de Carne começaram a migrar. Hoje os peixeiros. E se espera que amanhã seja possível iniciar o funcionamento, onde a população poderá escolher as melhores mercadorias e o menores preços.

E os feirantes possam atender que com mais eficiência e qualidade, com boxes mais limpos e modernos todos vão ganhar.

mudança do mercado de carne 03

mudança do mercado de carne 02

mudança do mercado de carne

O sucesso da obra depende muito dos feirantes, que devem se organizar para lutar por seus direitos, mas também cumprir com seus deveres. O manutenção do Complexo depende do pagamento de taxas e tributos. Custos de energia elétrica e manutenção devem ser bancados pelos próprios feirantes. A limpeza do local é fundamental para manter a qualidade do bom atendimento.

Com o tempo a padronização dos uniformes pode melhorar não somente o visual, mas também a segurança e a auto-estima dos nossos feirantes.

complexo inaugurado 10

O povo também deve colaborar. No local é proibida a venda e utilização de bebidas alcoólicas. Os feirantes que forem flagrados usando ou vendendo bebidas podem ser punidos e até perderem as permissões de uso, caso a conduta seja reiterada.

A Assessoria Jurídica da Prefeitura garantirá que todos os feirantes possam ter contratos de permissão de uso, com regras claras de direitos e deveres, mas também a garantia de poder trabalhar sem riscos de remoção a cada mudança de políticos e de gestão. O Dr. João Eudes e equipe de advogados da Prefeitura vai atuar durante toda esta semana para regularizar os contratos de permissão dos feirantes.

complexo inaugurado 11

A obra está bonita, mas depende do povo e dos feirantes o sucesso do empreendimento. E certamente que todos querem uma cidade melhor.

Sucesso a todos…

 

Anúncios