PINA CORTA O PRÓPRIO SALÁRIO, DA VICE E SECRETÁRIOS EM 15% E DECRETA REDUÇÃO DE DESPESAS PARA ENFRENTAR A CRISE

Esta semana iniciou com novos Decretos Municipais na Terra do Açaí.

Todos se referem a cortes de despesas para enfrentar a crise econômica.

A Prefeitura perdeu um milhão a cada mês em sua arrecadação de 2016 em relação ao mesmo período de 2015. A estimativa feita pela assessoria contábil do Prefeito é de que foram menos 4 milhões este ano.

O prefeito Roberto Pina esteve em Brasília para a Marcha dos Prefeitos e parece que de lá também não veio notícia boa, nem mesmo o esperado parcelamento do INSS.

Para piorar, o INSS notificou o Município para pagar débitos da gestão Pé de Boto referente aos anos de 2013 e 2014. A soma desses débitos pode chegar a 30 milhões de reais.

A Câmara Municipal também está nesse rolo, pois já foram feitos bloqueios de contas da Prefeitura por débitos previdenciários do Legislativo em 2015 e 2016, que alcançam quase 80 mil reais.

Após diversas reuniões com os Secretários e assessores ficou decidido que deveriam ser feitos cortes na folha de pagamento, redução de despesas com material de expediente, energia elétrica e outros.

A exemplo do governo federal e estadual, tais medidas tentam equilibrar as contas da gestão pública. No caso dos municípios a crise é ainda pior, alguns não pagam salários dos servidores por mais de 3 meses. Em Igarapé-Miri a folha de pagamento está sendo paga, mesmo que algumas vezes com alguns dias de atraso.

Talvez esta seja a última tentativa para chegar ao final do ano sem dever o funcionalismo público da Terra do Açaí. A gestão Mário chegou ao final com 3 meses em atraso. De Dilza também não foi diferente. Na gestão Pé de Boto os atrasos de salários eram rotina.

Uma das medidas que mais chamou atenção foi a redução da remuneração do Prefeito, da vice e dos Secretários. O corte foi de 15% e deve vigorar por tempo indeterminado, já que a crise parece se estender por todo este ano e passar ao ano seguinte.

No decreto 015/2016 constam ainda redução de horas extras, gratificações, auxílios e outros. Confira:

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 1

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 2

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 3

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 4

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 5

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 6

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 7

DECRETO CORTE SALARIO PREFEITO 8

 

Anúncios

3 comentários sobre “PINA CORTA O PRÓPRIO SALÁRIO, DA VICE E SECRETÁRIOS EM 15% E DECRETA REDUÇÃO DE DESPESAS PARA ENFRENTAR A CRISE

  1. Pina deu exemplo mais uma vez que tem muito amor a essa terra, mesmo não sendo muitas vezes compreendido por seus munícipes. Parabéns! Não é qualquer um que toma essa medida de reduzir o seu próprio salário. Isso é para poucos.

    • Verdade Professor, é pra poucos mesmo. Esse exemplo deveria servir para você que ganha um altíssimo salário do município, e poderia abrir mão de suas regalias também!

Os comentários estão desativados.