GM ENTREVISTA: IRNA RODRIGUES É A PRÉ-CANDIDATA DO PSC PARA 2016

irna 01

No último final de semana o vice-governador Zequinha Marinho participou da reunião do Partido Social Cristão – PSC em Igarapé-Miri e lançou a pré-candidatura de IRNA RODRIGUES a Prefeita da Terra do Açaí.

É a primeira mulher a se lançar como pré-candidata ao cargo majoritário em 2016. Na eleição suplementar de 2016 a única mulher a concorrer foi DARLENE PANTOJA (PSD).

Irna estava filiada ao PHS e na eleição suplementar emprestou seu apoio a Toninho Pesado (PMDB), mas ao que parece, decidiu lançar candidatura própria e por um partido de maior envergadura eleitoral.

Ela tem raízes no Município e como disse Zequinha Marinho em discurso na Câmara Municipal, “deixou seu umbigo” na Terra do Açaí. A família de Irna é de origem nos rios Mirienses e conseguiu êxito na ramo do comércio, onde a rede de supermercados LÍDER desponta como uma das maiores do Estado do Pará.

Nos últimos meses IRNA tem percorrido várias localidades do Município e criou uma ONG (Lar de Iracema) visando impulsionar um projeto social de atendimento aos mais carentes, a qual já existe a mais de 2 anos em atividade.

Até o momento 4 pré-candidaturas já foram lançadas: PADRE JUCELINO (PT), ISAAC FONSECA (PSOL), IRNA RODRIGUES (PSC) e FRANCISCO CORREA (DEM). E outros também já indicam que vão para a disputa, dentre eles Toninho Pesado (PMDB), Francisco Pantoja (?), Marcelo Correa (PSD), Ítalo Mácola (PSDB) e Joca Pantoja (PPS).

O GM pediu entrevista com a pré-candidata e divulga aos leitores com exclusividade:

GM: O que lhe levou a aceitar disputar a cargo de Prefeita do Município de Igarapé-Miri ?

IRNA RODRIGUES: Estive acompanhando as gestões de 2005 – 2008 (Dilza Pantoja), 2009 – 2012 (Roberto Pina), 2013 – 2014 (Pé de Boto); e as mais recentes, pelo motivo que todos nós sabemos e acompanhamos; gestões interinas de Edir Correa, Vereador Nenca, Vereador Rufino e do atual presidente da Câmara Vereador Toninho Quaresma (Janeiro a Maio de 2015), e pós suplementar, Prefeito Roberto Pina (2015 a dias atuais). E vejo que houve mudanças apenas de gestores (nomes), mas a forma de administrar é a mesma. E o município vive no caos que está. Eu venho com uma proposta diferente, Limpa e Transparente! Tendo como preceitos o histórico administrativo de minha família os quais a responsabilidade e o compromisso com o Estado do Pará são as nossas bases.

GM: Qual o motivo de ter ingressado na vida pública pelo PHS e ter optado pelo PSC em 2016 ?

IRNA RODRIGUES: Vi no PHS um partido com visão jovem e sem máculas em gestões públicas, dando assim oportunidade para novas filiações de pré-candidatos com vontade de renovação no legislativo municipal, o qual era o meu objetivo inicial; Posteriormente,  aceitei o convite para ingressar no Partido Social Cristão, por suas bases de ideologia como a família e o ser humano em primeiro lugar. Vim conhecer então o trabalho politico e de responsabilidade social do Presidente Estadual e Vice Governador Zequinha Marinho e a sua forma de conduzir uma gestão politica o que me levou a ter segurança em disputar um cargo majoritário em nosso município.

GM: Quais os seus principais projetos para Igarapé-Miri caso seja eleita prefeita ?

IRNA RODRIGUES: A valorização do funcionalismo público; ações voltadas para a inclusão social focando as crianças e jovens em vulnerabilidade social; Dar apoio e incentivos para Educadores sociais que trabalham com crianças e jovens nos bairros; parceria para a criação de centros de recuperação de dependentes químicos; Implantação da primeira casa do estudante em Belém; implantação da “Casa Mãe” onde serão espaços de esperança e qualidade de vida, sendo este nosso compromisso com a primeira infância; Postos de saúde 24h nos bairros, desafogando assim o hospital e maternidade Santana; Implantação da primeira casa de apoio Miriense na capital; transparência pública REAL E VERDADEIRA com o uso dos recursos destinados ao município; valorização dos profissionais da educação (corpo docente); preparar o município para a entrada de novas empresas que venham gerar emprego e renda; politicas públicas de incentivo para agricultura familiar; buscar recursos para a reforma e ampliação do Hospital e maternidade Sant’Ana; buscar a implantação do Hospital regional no trevo, conclusão do asfalto da estrada da vila Maiauata para o escoamento da produção do palmito e do açaí da região; Implantação de um posto de segurança integrado com a policia militar, civil e guarda municipal na estrada da vila Maiauata; Dar uma atenção especial para o Distrito de Vila Maiauata principalmente no saneamento básico e na segurança, assim como nas vilas próximas; buscar a implantação do PROPAZ na cidade e nos principais distritos; Implantação de sistema de câmeras de segurança na cidade e nas vilas; implantação de pontos de base de apoio para a guarda municipal e Policia Militar tanto na cidade quanto na vila e nos rios; integração da guarda municipal com a policia civil e militar; melhoria da iluminação pública com lâmpadas de LED; Implantação do Instituto Miriense de Musica e Arte para a valorização e incentivo de artistas e grupos locais; reforma e construção de novas praças e quadras esportivas com iluminação e segurança; Implantação de academias abertas com instrutores nos bairros; Implantação da secretaria de esportes de Igarapé-Miri para a valorização e incentivo nas práticas esportivas; Readequação dos CRAS nos bairros; Implantar o Programa “Braços Abertos”que tem como finalidade aproximar a comunidade da gestão municipal dando assim mais transparência em seus trabalhos; Implantação do programa “Reforma nos Bairros”; Valorização dos Festivais do Camarão e do Açaí; Incentivos para as festas religiosas e populares nos rios como  da Boa União, Icatu, bloco do sujo, abertura da pesca, etc… ; Incentivo e respeito aos blocos de carnaval; Incentivo as bandas escolares; Criação dos jogos internos Miriense e jogos de verão aproveitando as belezas naturais (rio, igarapés e trilhas ecológicas), pois o esporte é um dos principais fatores que influenciam na qualidade de vida da nossa cidade; incentivo ao concurso de bandas;incentivo ao concurso de quadrilhas juninas; Implantação de programas de saúde da família junto com os ACS; Implantação de programas educacionais nas escolas na luta contra endemias; Parceria para a implantaçãodo PROERD; Reforma e adequação da usina de reciclagem do lixo domiciliar e trato final no lixo hospitalar, capacitando assim, a cooperativa de reciclagem para a coleta de porta em porta do lixo reciclável, gerando assim emprego e renda para as famílias; Beneficiamento do caroço do açaí e da palha do palmito, gerando assim emprego e renda para as famílias locais; Implantar sistema da coleta de lixo nos rios, evitando assim a poluição dos mesmos; Reorganização das Associações de Moto taxistas assim como a capacitação dos mesmos seguindo as normas do DENATRAN; Reforma das calçadas; Incentivar a reativação da Associação Comercial de Igarapé-Miri; Incentivo a grupos de teatro e de dança das igrejas e bairros fazendo assim a inclusão social dos jovens através da cultura; Reforma e modernidade da Orla de Igarapé-Miri, com equipamentos de qualidade, pra que possamos curtir a linda vista do nosso Rio Igarapé-Miri; Pórtico de entrada na cidade; urbanização da Rod. Jeronimo Rodrigues (na entrada da cidade passando pelos bairros da cidade nova, são Paulo e tucumã até a subida da ponte “Clovis Macola; Implantação do terminal rodoviário intermunicipal na entrada da vila Maiauata (Residencial Açai Lar) com o remanejamento dos barraqueiros da ponte que hoje estão a mercê na margem da PA, para trabalhar em seus devidos boxs no terminal, dando assim segurança e higiene aos trabalhadores e usuários; Implantação do Projeto “Crescer” que dará oportunidades de trabalho aos jovens para construir uma nova Igarapé-Miri; Implantação do Programa “Família que Acolhe” será um programa da prefeitura integrado com a saúde, educação e o social. Tendo como objetivo criar uma nova geração, fortalecendo assim um vinculo de amor na família, esta é a base do programa; Programas de incentivos para os produtores de açaí; programas para a melhor idade através de atendimento domiciliar; Projeto de locomoção para portadores de necessidades especiais; Capacitação para os batedores de açaí contra a doença de chagas; Busca de parcerias para a implantação de faculdades em Igarapé-Miri e nos rios; criação do cursinho pré-vestibular gratuito para jovens; reimplantação do CEPIM; Reforma e adequação da “casa do professor” na zona rural; Implantação da Secretaria de Cidadania e Segurança de Igarapé-Miri, para trabalhos integrados com a ONG’s, associações de moradores, policia militar, civil e federal; Apoiar e dar incentivos para os projetos da Igreja Católica e evangélicas que realizam um trabalho social diretamente com a sua comunidade local; Construção de um novo hospital municipal, tornando o atual como um núcleo pediátrico e de maternidade; construção da biblioteca pública municipal; readequar os postos médicos na zona rural; implantar o programa odontológico “Sorriso nos Rios” .

GM: Em sua visão, quais os principais problemas e desafios que a gestão pública de Igarapé-Miri enfrenta ?

IRNA RODRIGUES: Além da falta de segurança, saneamento básico, saúde, educação e a falta de conhecimento administrativo nas secretarias municipais. O principal problema da gestão pública são as negociações que ocorrem durante, antes e após o processo politico eleitoral. Onde o gestor público fica refém das negociações e articulações feitas para o ganho do poder. E acaba por atrapalhar todo um desenvolvimento municipal de trabalho. Vindo ainda, as perseguições de partidos políticos da oposição.

GM: No atual contexto já se apresentaram 4 pré-candidatos e mais 5 querem entrar nessa disputa. A senhora acredita que isso pode ser uma mudança no cenário político, já que em 2012 apenas 2 concorreram ao pleito (Pina x Pé de Boto) ? A senhora acredita que sobram ou faltam lideranças políticas na Terra do Açaí ?

IRNA RODRIGUES: Está havendo sim uma mudança em todo o contexto politico de Igarapé-Miri, onde escândalos políticos de corrupção e desvio de recursos públicos estão surgindo a todo o momento através da mídia (redes sociais) em nossa Igarapé-Miri. Surgem sim, novas lideranças em busca de renovação! A População busca o Novo!  Eu continuo achando que falta lideranças politicas comprometidas com a real situação do município de Igarapé-Miri! Precisamos de Lideranças que se comprometamem solucionar os problemas existentes em nosso município; atendendo assim as demandas de sua região. Precisamos renovar! Quantidade não é qualidade…

GM: O que lhe levou a fundar uma ONG (Lar de Iracema) em Igarapé-Miri e quais os objetivos dessa instituição

IRNA RODRIGUES: O Instituto Lar de Iracema, herdou o nome de minha Mãe,o qual Eu vinha pleiteando criar uma ONG que realizasse projetos voltados as crianças, jovens e idosos e principalmente com a comunidade ribeirinha em especial em Igarapé-Miri a qual é a terra natal de minha família. Iracema Correa Rodrigues, é nascida e criada as margens do Rio Murutipucu em Igarapé-Miri. E no dia 14 de Maio de 1981, com então 29 anos de idade, minha amada Mãe foi vitimada em um acidente de carro o qual estavam além dela Eu e minha irmã Jane, sendo que apenas Eu (Irna) na época com 09 anos de idade sobrevivido trágico acidente. Hoje, passado mais de 34 anos após essa grande perda, faço essa justa homenagem a minha Mãe Iracema (Dona Irá, Tia Irá, Comadre Irá ou apenas Irá, como era conhecida), pois o amor pelas pessoas e a solidariedade em seus atos junto ao povo ribeirinho naquela época, faz por merecer esta justa homenagem como Filha para sua Mãe, onde a dor da saudade é suprida pelo bem e amor ao próximo. Os meus principais objetivos é atender a comunidade ribeirinha com atendimentos e ações médicas e sociais; Cursos de capacitação e futuramente atendimento odontológico. Nosso primeiro centro médico e odontológico será construído na Vila Correa, ao lado de nossa casa no Rio Murutipucu. Além da parceria com o Centro de recuperação “Gente Livre” em Salinópolis-PA, que trabalha na recuperação de Dependentes químicos e o projeto “Vozes D’Alma – Núcleo “João de Deus” que atua no acompanhamento psicossocial das famílias com problemas de dependência química em Belém-PA.

irna 05irna 06

Centro de Recuperação “Gente Livre” – Salinopolis/PA.

Pr. Balaão, Pra. Marinete e Missionária Eloide

Coordenadores do Centro

irna 04

Comandos Médicos nas zonas rurais em

Igarapé-Miri

irna 02

Oficina de produção textual

irna 03

Projeto “Tem Musica na Vila”

Aulas de violão, guitarra e bateria.

Anúncios