CONSELHO DE SAÚDE REJEITA CONTAS DE TONINHO PESADO: SAL DE 2,50 ?

sal

Em Igarapé-Miri temos uma rua que ficou famosa por suspeitas de fraude em licitação: a rua do prego. Dizem que a foi tanto prego comprado a altos preços que ficou mais caro que a rua.

Em notícia divulgada no Blog do Robson Fortes ontem, saiu a informação de que o Conselho Municipal de Saúde rejeitou as contas da gestão Toninho Pesado (janeiro a abril 2015) por ter detectado diversas irregularidades.

Falta de licitação, de critérios administrativos e alto custo do SAL.

Se divulga que o SAL faz mal para a saúde. Parece que neste caso fez mal mesmo, até no preço do kilo, que teria sido comprado pela prefeitura a R$2,50. Hoje o kilo custa no varejo 0,80 centavos o kilo, em média, no centro da cidade. Se vendido no atacado poderia ter um preço ainda menor.

Não foi divulgado o nome da empresa que vendeu o sal a esse preço. A falta do portal da transparência continua impedido os cidadãos de terem acesso aos gastos do poder público. Com isso, as denúncias demoram a chegar e as punições também.

A transparência visa justamente coibir abusos, seja das autoridades ou dos fornecedores e dar o direito aos cidadãos de fiscalizar, ajudando assim o governo a corrigir ações, adotar providências em superfaturamentos e problemas de gestão. Se o prefeito for avisado a tempo não vai poder depois dizer que não sabia ou deixar os subordinados praticarem falcatruas.

Tudo isso parece ainda um sonho no Brasil de hoje, mas já é lei.

O Conselho de Saúde rejeitou quase todas as contas que lhe foram apresentadas nos últimos anos. O resultado dessa análise vai parar no Ministério Público, nos tribunais de contas e pode deixar gestores da Saúde e Prefeitos inelegíveis ou até mesmo em cana.

Como já divulgado aqui no GM, todos os ex-prefeitos tiveram problemas com prestação de contas, em maior ou menor grau de complexidade, mesmo que ainda não estejam inelegíveis.

A secretário de Saúde da época era o Tellyson que foi substituído pelo primo Rafael na gestão Pina e que passou agora para Celina.

O sal não passou na saúde e assim o atual presidente da Câmara começa a ser mais um na fila dos prováveis futuros condenados por má gestão…

 

Anúncios