SALÁRIOS DE SAÚDE E EDUCAÇÃO SERÃO PAGOS 15 E 20 DE JANEIRO

NOTA ATRASO DE SALARIO JAN 16

A Prefeitura de Igarapé-Miri divulgou NOTA DE ESCLARECIMENTO sobre os salários ainda não pagos referentes ao mês de dezembro de 2015.

Avisa que os servidores da Saúde devem receber dia 15 de janeiro e os da Educação tem previsão de ter seus salários depositados no dia 20 de janeiro.

Assim como tantas prefeituras do Pará e do Brasil, a Prefeitura Miriense se soma a uma grande lista de devedores dos servidores públicos.

No caso Miriense algumas das causas são bastante conhecidas: mudanças de gestão, débitos com inss, consignados, falta de planejamento e desvios de recursos.

Só com a compra de livros com a empresa SUPLEGRAF foram mais de 1,5 milhão de reais. Os livros estão apodrecendo em salas da secretaria desde março de 2015, envolvendo um processo licitatório que nunca apareceu e investigação administrativa, judicial e criminal que não tem data para acabar.

Se esse dinheiro não tivesse sido desviado na gestão de Toninho Peso Pesado/Carlão certamente que seria possível pagar todas as folhas salariais da educação.

Débitos com INSS vem passando de uma gestão a outra. Pé de Boto não pagou quase um só mês de repasse e foi obrigado a quitar o parcelamento após bloqueio das contas. Toninho teve que arcar com o pagamento de 3 meses atrasados em janeiro de 2015 e Pina foi na mesma linha. Ou seja, é uma bola de neve que deve cair no colo da próxima gestão, mas que poderá ter o alento de um novo parcelamento a perder de vista. Até lá o aperto continua.

Dívidas com consignados também foi outro grande bronca de 2013 a 2015. O problema começou também na gestão Pé de Boto que recolhia e não repassava o dinheiro aos bancos e foi passando por outros gestores. Alguns servidores chegaram a ter seus nomes negativados no Serasa e SPC.

Para evitar mais problemas a gestão Pina teve que negociar mais de 340 mil reais em débitos de consignados com a Caixa Econômica e ainda não quitou essa pendência.

Iasep e Igeprev juntos cobraram quase 1 milhão e novo parcelamento foi feito com débito em conta e também está sendo quitado para evitar problemas com servidores e possibilitar emendas de deputados estaduais. Vieram promessas de ambulâncias de emendas dos deputados Júnior Hage, Iran Lima, Soldado Tércio e até agora nada. Dizem que o governo do Estado está segurando as demandas e com isso nada de ambulância para Igarapé-Miri.

Enquanto isso, os servidores da Educação e Saúde Miriense estão penalizados e certamente que cobram uma solução e imediato pagamento.

A gestão promete regularizar e se esforçar para manter o pagamento atualizado em 2016. Vamos esperar que assim seja e que os funcionários públicos sejam respeitados em seus direitos.

E aqueles que desviaram dinheiro público devem ser responsabilizados pela administração e o Ministério Público/Polícia e a Justiça tem a obrigação de punir com rigor os políticos, servidores e empresas que roubaram os cofres públicos.

Anúncios

8 comentários sobre “SALÁRIOS DE SAÚDE E EDUCAÇÃO SERÃO PAGOS 15 E 20 DE JANEIRO

  1. o blog cita meu nome tentando acusar a meu período como secretário, pela falta de pagamento dos funcionários da Secretaria de Educação, gostaria de fazer alguns esclarecimentos: Primeiro quando nós saímos da secretaria no dia 09/06/2015 o pagamento de todos os funcionários da SEMED, efetivos e temporários, do mês de maio ficaram pagos e ficaram nas contas da Secretaria nas contas do FUNDEB, em 09/06/2015 de acordo com os extratos bancários entregue ao atual secretário com os seguintes saldos: 8.758-0(FEB) R$ 173.720,33; 11.000-0(FUNDEB 40%) R$ 455.331,64 e 12.000-6(FUNDEB 60%) R$ 2.597.526,60 totalizando R$ 3.226.587,57 recursos suficientes para pagar o 13º salário integral dos servidores, visto que a atual administração não pagou nos meses de junho e julho nenhum temporário pois os mesmos foram demitidos em 10/06/20105, portanto querer jogar a incompetência do atual governo para outros é mera retórica de incompetentes além de que o governo atual recebeu nestas mesmas contas do FUNDEB no período de junho à dezembro de 2015 o valor de R$ 29.085.859,92 com mais os saldos que ficaram nas contas citadas o atual governo recebeu só do FUNDEB R$ 32.312.438,49 recursos suficientes para pagar o funcionalismo municipal da educação, então quem tem que dar explicação sobre o pagamento dos funcionários é a atual administração e não culpar pessoas que não tem nenhuma ingerência na atual gestão.
    Solicito que seja publicado o meu comentário, senão entrarei na justiça para garantir meu direito de resposta, pois fui citado neste artigo.

    • Sr. Carlos, o blog está à disposição para suas respostas, que são sempre necessárias para esclarecer a população. A apuração do caso do desvios dos recursos com a empresa SUPLEGRAF e são também de interesse público e seu nome é citado por ter sido o gestor da pasta naquele momento. Mas aguardaremos decisão administrativa e judicial com o resultado da apuração.

  2. Quanto a compra dos livros se houve alguma coisa de errado fui levado a cometer o erro, pois antes de efetuar o pagamento dos livros solicitei o parecer jurídico da Prefeitura , que por sinal era o mesmo que assessora a atual gestão, e o mesmo deu parecer favorável à compra, como foi entregue, cópia do parecer, a comissão de investigação da prefeitura assinada pelo Senhor Gilberto Sousa Corrêa e após esse parecer que foi efetivada a compra dos livros que tratam sobre temas transversais como drogas, educação física e contos infantis, coisas que parecem não ser de interesses da atual administração.

    • Caro Sr Carlos, o senhor tem direito de defesa e deve fazê-la, só não pode dizer que foi advogado que comprou ou gastou dinheiro da educação. Se escutasse mais o jurídico talvez não estivesse hoje nessa situação. Mas boa sorte e vamos aguardar as investigações.

  3. Se o Advogado não tem culpa das consequências de supostos erros, que rasguem seus diplomas e não assumam cargos dessa importância, pois o seria a função de um jurídico, senão orientar Gestores e Secretários para realizarem trâmites dentro da Lei?
    Pra que contratar Jurídico se eles não se responsabilizam pelos pareceres?

    A porta do xadrez é bem grande e tem espaço para todos…

    • Pelo que se sabe você não é advogado e nunca foi gestor, somente foi temporário do município e fez campanha eleitoral. Talvez por não entender bem do que se trata tenha esse tipo de atitude. A tal “porta do xadrez”é grande, cabe muitos, em especial os que desviam dinheiro público.

  4. Será que foi por isso que os R$600.000,00 da Assistência Social em 2011 sumiram?
    E os R$4.500.000,00 de Dezembro de 2015 sumiram também, por conta que o corpo jurídico não tem responsabilidade com seus pareceres…

Os comentários estão desativados.