BOATO DA FALTA DE COMBUSTÍVEL NO MIRI E AS FILAS

ABASTECIMENTO

O GM recebeu matéria do leitor Diego Gonçalves que explica as filas de ontem nos postos de combustíveis em Igarapé-Miri.

Em outras cidades do Pará tem ocorrido o mesmo e boatos de falta de combustível e de bloqueio de contas em bancos tem sido cada dia mais recorrentes nas redes sociais. Isso mostra a força tais meios a impulsionar ações na sociedade.

Vejam a matéria:

Hoje (ontem dia 12/11) ocorreu situação inusitada na terra do açaí (E pelo que circula no Whatsapp, também aconteceu em cidades vizinhas). Os boatos de desabastecimento que rolam nas redes sociais desde o inicio do mês chegaram com força na terra do açaí. E como no sul do País, os moradores da cidade trataram de correr para assegurar que seus meios de transporte funcionassem “no período da seca” o que gerou grande lotação de pessoas nos postos da cidade.

Porém sabemos que não passam de boatos, a Petrobras já havia sinalizado a redução da produção em 13%, em nota divulgada no dia 03/11/2015. A redução foi atribuída a greve dos funcionários da estatal, que se iniciou no ultimo dia 29.

Em nota, a Petrobras reconheceu na terça-feira (3), que a greve de trabalhadores da companhia interrompeu ou reduziu a produção de petróleo em diversas plataformas desde domingo, mas até o momento não afetou a operação de refinarias nem o abastecimento de combustíveis no país.

Segundo a empresa, na segunda-feira (2) houve queda de produção de 273 mil barris de petróleo, o que corresponde a 13% da produção diária no Brasil. Adicionalmente, 7,3 milhões de metros cúbicos de gás natural deixaram de ser disponibilizados, o que equivale a 14% do gás ofertado diariamente ao mercado brasileiro.

Porém, a Petrobras “reitera que, apesar do efeito na produção de petróleo e gás no Brasil, resultante do movimento grevista, a distribuição está funcionando dentro da normalidade e não há previsão de desabastecimento do mercado.”

ABASTECIMENTO 02

Anúncios