LIVRO MOSTRA PERFIL DOS CANDIDATOS E EVOLUÇÃO DO ELEITORADO MIRIENSE

EVOLUÇÃO DO ELEITORADO MIRIENSE

A literatura política de Igarapé-Miri é destaque em um livro que terá lançamento oficial dia 03 de outubro.

O Dr. Paulo Sérgio de Almeida Corrêa e o advogado João Eudes de Carvalho Neri somaram forças com Joniel Vieira Abreu para fazer um levantamento e análise dos eleitores e dos candidatos na Terra do Açaí nas últimas décadas.

O trabalho pode ser um referencial para estudantes, políticos e cidadãos que se interessam pelo tema e querem melhorar o exercício da cidadania.

E também pode ajudar a aprimorar conhecimentos daqueles que querem se lançar na vida pública em 2016.

O lançamento do livro está marcado para o próximo sábado (03/10) na Câmara Municipal de Igarapé-Miri de 18:00 às 21:00 hs em evento aberto ao público.

A Editora CRV destaca o livro em seu site (http://www.editoracrv.com.br) e revela uma sinopse:

EVOLUÇÃO DO ELEITORADO E PERFIL DOS CANDIDATOS AOS CARGOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL DE IGARAPÉ-MIRÍ

Autor(es): Paulo Sérgio de Almeida – João Eudes Carvalho Neri – Joniel Vieira Abreu.(autores)
ISBN: 978-85-444-0493-5
Editora: EDITORA CRV
Distribuidora: EDITORA CRV
Disponibilidade: 5 Dia(s)
Número de páginas: 98
Ano de Edição: 2015
Formato do Livro: 14×21
Número da Edição: 1 – Valor R$39,90

SinopseA pesquisa foi desenvolvida no interior do Núcleo de Pesquisas e Estudos sobre Crime e Criminalidade – NUPECC, cadastrado no Diretório de Grupos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, sediado no Instituto de Ciências da Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Pará. Diante das fontes bibliográficas e dos indicadores estudados, comprovou-se a hipótese de que o eleitor possui baixo nível de vínculo político-ideológico aos Partidos e Coligações, porém, o estado civil, a idade, grau de escolarização, sexo, filiação política, coligação, a prática da corrupção eleitoral e os crimes de improbidade administrativa, são fatores que interferem na evolução do eleitorado e implicam positiva ou negativamente na escolha dos ocupantes dos cargos públicos de Prefeito e Vereador, com repercussão na qualidade da Administração Pública, tanto do ponto de vista de sua eficiência e da moralização na atuação dos agentes públicos investidos nos Poderes representativos. Todavia, embora a formação cultural seja importante elemento na concretização da democracia, a maioria das irregularidades e crimes eleitorais praticadas por Prefeitos e Vereadores, decorreu da conduta de candidatos jovens e adultos eleitos que dispunham de elevado grau de escolarização com nível superior completo (33,33%), seguido por dois casos com ensino médio completo (22,22%), sendo um registrado com ensino fundamental completo (11,11%) e três ocorrências para ensino fundamental incompleto (33,33%).

paulojoao e joniel

Anúncios