TRIBUNAL NEGA LIBERDADE A RUZOL

Na sessão de hoje das Câmaras Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Pará foi negado Habeas Corpus a Ruzol Gonçalves que está preso desde julho deste ano por ordem judicial.

Ruzol tenta sair da cadeia após acusação do Ministério Público de que ele fazia parte de um grupo de extermínio que atuava em Igarapé-Miri, que resultou na OPERAÇÃO FALSO PATUÁ. Além dele outros já estão presos e Pé de Boto estaria foragido.

O Habeas Corpus foi impetrado pelo advogado Antonio Armando Jr, mas a relatora do caso, Desembargadora Maria Edwiges negou o pedido e sua decisão foi acolhida pelos demais membros das Câmaras Criminais Reunidas.

Vejam o resumo da decisão, que ainda será publicada. Cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça:

HC RUZOL DENEGADO NO TJ DO PARÁ 01

Anúncios