300 MIL PARA COMBATE A FOME DOS MIRIENSES FOI PELO RALO

Em julho de 2012, na gestão anterior de Roberto Pina, o Município de Igarapé-Miri apresentou proposta no Ministério do Desenvolvimento Social para ajudar agricultores a produzir mais alimentos e com isso diminuir a fome de muitos Mirienses. Naquela época a Prefeitura Miriense estava entre as 20 do Estado do Pará que tinham o nome limpo e podiam receber recursos do Governo Federal.

O convênio foi assinado em 17/12/2012 e publicado no dia seguinte. Mas o dinheiro do convênio no valor de 300 mil reais só caiu na conta em 13/02/2013, no início da gestão Pé de Boto. O Município tinha que depositar contrapartida de R$10.190,31

O dinheiro foi aplicado e sacado da conta para uso na Secretaria de Agricultura, conforme se vê nos extratos abaixo, mas o resultado ninguém viu no meio rural Miriense e nem diminuiu a fome do povo.

CONVENIO MDSCF SEM PRESTAÇAO DE CONTAS DE 300 MIL 01

CONVENIO MDSCF SEM PRESTAÇAO DE CONTAS DE 300 MIL 02

CONVENIO MDSCF SEM PRESTAÇAO DE CONTAS DE 300 MIL 03

CONVENIO MDSCF SEM PRESTAÇAO DE CONTAS DE 300 MIL 04

O prazo para prestação de contas já terminou em 01/03/2015 (gestão Toninho Peso Pesado) e agora o governo federal quer a prestação de contas.

O caso certamente que vai parar na Justiça Federal e na Polícia Federal também.

Mas o dinheiro…bom, esse foi pelo ralo….

Mas como foi feita aplicação financeira ficou na conta ainda um rendimento, de mais de 35 mil reais, que não pode mais ser utilizado. Vejam o saldo atual:

SALDO CA CONTA CONVENIO DE 300 MIL PARA COMBATE A FOME 01

Resumo, a atual gestão vai ter que devolver esses mais de 35 mil reais e ter que processar quem usou e se beneficiou do dinheiro para poder limpar o nome do município e poder receber mais recursos do governo federal…

Anúncios

2 comentários sobre “300 MIL PARA COMBATE A FOME DOS MIRIENSES FOI PELO RALO

  1. Este convênio foi assinado após a posse de pé de boto na ilusão de que ele iria aplicar os recursos corretamente então o gazeta deve saber que ninguém poderá prestar contas a não ser quem gastou ou seja Pé de Boto é só corrigir a manchete.o Pina fez e o Pé gastou

    • Se vc tem esses documentos mande. O que foi obtido pelo GM do site do governo federal consta assinatura em dezembro de 2012. Prazo até março 2015. Dinheiro gasto na gestão Boto e quem deve acionar a Justiça é o Município, seja qual for o gestor. Grato pela colaboração.

Os comentários estão desativados.