TRE: URNAS PREPARADAS E TESTADAS PARA A SUPLEMENTAR

transporte de urnas

Embarque do material que será usado na eleição suplementar em Igarapé-Mirí

As urnas eletrônicas, as equipes de apoio, os  presidentes  e o material de eleição que serão utilizadas na eleição suplementar deste domingo foram transportados hoje pela manhã para locais mais distantes do Centro de Igarapé-Mirí. Os equipamentos serão entregues aos presidentes de mesa receptoras e transportadas sob escolta da Polícia Militar, que também fará toda a segurança até o final da votação.  A medida tem como objetivo fazer com que a votação comece no horário determinado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará.

O secretário de tecnologia da informação que está no local para supervisionar os trabalhos explicou que além de ficar sob escolta policial, todo o sistema eletrônico das urnas só funciona no dia da eleição. “Todas as urnas têm um sistema onde ela só começa a ser habilitada, ou seja, a funcionar na data e na hora estabelecida pelo TRE, quando é dado o início da eleição. Após a habilitação das urnas é feita à emissão da “Zerésima”, que é o primeiro papel da urna que contem todos os nomes dos candidatos e mostra que não existe nenhum voto computado para nenhum deles na urna. Após a conferência da “Zerésima” pelo presidente e algum fiscal que estiver presente na seção, ela é assinada pelos mesmos e guardada para o envio à junta eleitoral, após o término da votação”, explicou.

Durante toda semana, o cartório eleitoral da 6ª zona eleitoral efetuou a conferência das urnas. “Cada equipamento foi ligado e conferido. Os técnicos do cartório verificaram vários itens, entre eles, relógio, bateria, códigos de segurança e lacres. Quando é feita a conferencia, nenhum dado é alterado. Só é verificada a leitura do sistema e em seguida aparece na tela um resumo informando que a urna só vai começar a funcionar a partir das 7 horas do dia 17 de maio”, explicou o Secretário de Tecnologia da Informação, Felipe Brito. Ele destacou ainda que o TRE-PA enviou urnas sobressalentes que ficarão disponíveis em caso de defeito de algum dos equipamentos. “O TRE enviou 21 urnas de contingentes para serem substituídas em casos de alguma apresentar algum problema durante a votação”, acrescentando ainda que técnicos estarão de prontidão para qualquer eventualidade nas urnas.

Anúncios