ELEIÇÃO SUPLEMENTAR MEXE COM A CABEÇA DOS PARLAMENTARES…

Tem coisas que a gente ainda vai demorar a entender na política Miriense, mas que fazem parte do jogo eleitoral.

Mesmo com partidos tendo realizado convenções e firmado acordo de apoio a candidatos, esta eleição suplementar já demonstrou que muitos vereadores e deputados vão ter dificuldade em escolher quem apoiar.

O PSC (Partido Social Cristão) é um desses exemplos. O partido tem 3 vereadores hoje na Câmara Municipal (Josias, Rufino e Neto Nahum). O partido fechou com apoio a Joca Pantoja, mas parece que os vereadores não querem seguir a orientação partidária.

Os três preferiram apoiar Toninho Peso Pesado. Não se sabe quais os motivos da divergência partidária. Mas no caso do PSC ocorreu até mesmo uma mudança recente de toda a direção no município, passando a ser presidente do Dr. Xavier.

Mas o caso não é isolado. No blog Poemeiro do Miri, do Professor Israel Araújo, foi feita uma tabela sobre o apoio dos vereadores e a atual conjuntura. Você pode conferir a análise no seguinte link: http://poemeirodomiri.blogspot.com.br/2015/03/definidas-as-chapas-para-eleicao-2015_30.html.

Esses casos podem render divergências partidárias durante e após as eleições e não se descarta que alguns vereadores sejam expulsos ou até mesmo mudem de partidos para poderem concorrer em 2016.

Com os deputados estaduais parece que não é diferente.

Só no dia de hoje foram divulgadas fotos de apoio do deputado Sefer. Em uma ele está com Joca Pantoja e em outra com Toninho Peso Pesado.

joca e sefer

sefer e toninho

E a campanha está só começando…

Anúncios

Um comentário sobre “ELEIÇÃO SUPLEMENTAR MEXE COM A CABEÇA DOS PARLAMENTARES…

  1. Dileta equipe do Gazeta, saudações. E ainda acrescento que o caso desta Câmara atual é terrivelmente marcante para muitos dos Vereadores/as ali instalados. Depois do maior racha da história do PMDB local, a coisa deve ficar feia para o PSC; este deve ser o partido com maior impacto nas contas eleitorais de 2016.
    A nossa tabela é, como diria meu mestre Odorico Paraguassu, apenas convidativa a uma reflexão mais cuidadosa. E ela sofre muitos deslocamentos de linha a linha; às vezes, literalmente movimentações na madrugada da política miriense.

    Vamos nos ater a essa realidade, a de 2015, pois a de 2016 está às portas.
    Sucessão, Gazeta.

Os comentários estão desativados.