JUSTIÇA MANDA PRENDER EX-PREFEITO DE BREU BRANCO (O ALEMÃO)

alemao breu branco

A notícia divulgada pelo Jornal de Tucuruí e Região no dia de ontem mostra que a vida de ex-prefeitos está cada dia mais difícil.

O ex-prefeito “Alemão” que comandou Breu Branco por vários mandatos e responde a vários processos criminais e cíveis, foi preso por ordem do juiz da comarca, Dr. Jonas Souza.

Diz a notícia que uma das acusações que pesam contra Alemão seria o desvio de 2 milhões de reais da prefeitura no final de seu mandato.

Ele já ingressou com Habeas Corpus no Tribunal de Justiça do Pará, sob patrocínio do competente advogado César Ramos da Costa. A desembargadora Vânia Fortes Bitar vai decidir se “Alemão” deve aguardar o desfecho do caso em liberdade.

Vejam a matéria:

Polícia cumpre mandado judicial e prende o ex-prefeito de Breu Branco Egon Kolling “Alemão”

WELLINGTON HUGLES

De Breu Branco

Foto: Wellington Hugles

Após uma exaustiva procura ao ex-prefeito de Breu Branco Egon Kolling, conhecido popularmente como “Alemão”, a Polícia Civil de Breu Branco cumpriu na manhã desta segunda-feira (23), o mandado judicial exaurido pelo juiz da Comarca de Breu Branco o magistrado José Jonas Lacerda de Sousa, que acatou a denúncia formulada pelo Ministério Público do Estado e decretou a prisão de Egon Kolling.

Muitos processos estão em andamento na comarca de improbidade administrativa, efetuados durante a gestão de “Alemão”, mas em função há época, Egon Kolling estava prefeito, gozava o fórum privilegiado, os processos estavam no Tribunal de Justiça do Estado, mas após seu retorno como cidadão comum, os processos retornaram para a comarca, e dentro os muitos processos o MP constatou que Egon Kolling teria comprovadamente se apropriado indevidamente do valor de R$ 2 milhões nas vésperas de sua saída, dos cofres públicos do governo municipal.

Para evitar que Egon Kolling evadisse da cidade, sem responder pelos seus atos, a justiça determinou sua prisão, que a priori, deverá ser cumprida em regime semiaberto pelo período de 5 anos e 2 meses.

“Alemão” foi preso em sua chácara e apresentado a autoridade policial na Delegacia de Breu Branco, sendo imediatamente transferido para a Seccional de Tucuruí, onde deverá aguardar uma vaga no sistema penitenciário do estado.

A equipe de jornalismo procurou os advogados do réu, que informou que estão recorrendo da decisão judicial

Anúncios