GOVERNO “PESO PESADO”: ANTONIO NAHUM (SEMAD) DEVE DAR MAIOR CREDIBILIDADE À GESTÃO DE RONÉLIO QUARESMA (PMDB)

Por Israel Araújo
Semad cadeados
(Prédio da SEMAD, dia 05 de janeiro de 2015; no dia seguinte, as portas estavam destravadas)
O governo interino de Ronélio Quaresma, o Toninho “Peso Pesado” (PMDB), deve ganhar maior credibilidade após a escolha de algumas peças para o seu secretariado. “Pesado” manteve Raimundo Carlos Castro, o “Carlão”, na Educação (SEMED), e está sendo secretariado no coração do governo pelo servidorAntonildo Nahum Costa, na Secretaria de Administração. Trata-se de duas escolhas que devem dar uma boa margem de segurança ao prefeito interino, na medida em que estão em pastas estratégicas.
A Educação é a maior de todas as Secretarias municipais e, em termos de problemas graves, só perde para a de Saúde (SEMSA; nesta, a pessoa morre em sentido literal, caso a coisa dê errado; na outra, as pessoas podem ir “morrendo aos poucos”). Carlos Castro dá uma certa segurança ao governo e é visto pela maioria dos servidores como uma pessoa que não persegue “adversários políticos”. Antonildo Nahum é pessoa que goza de enorme prestígio no meio dos servidores municipais, atua de maneira técnica, metódica e terá de atuar em modelo de articulação com as demais Secretarias, sobretudo no que concerne a: Folha de Pagamento, pagamento de Pensão Alimentícia, sistema de Portal do Servidor e Empréstimos Consignados – para citar apenas quatro dos principais problemas desses últimos 24 meses devergonha administrativa na Cidade Miriense.
Tomara que as previsões estejam fundamentadas; o Povo precisa de dias melhores nesta Terra.
Tenho dito e digo mais ainda.
Anúncios

3 comentários sobre “GOVERNO “PESO PESADO”: ANTONIO NAHUM (SEMAD) DEVE DAR MAIOR CREDIBILIDADE À GESTÃO DE RONÉLIO QUARESMA (PMDB)

  1. Duas peças fundamentais para uma melhor organização administrativa no nosso município. Conheço e acredito nos dois e temos esperança de que possam dar um encaminhamento melhor a áreas tão importantes. Boa sorte a eles.

Os comentários estão desativados.