BANPARÁ EM IGARAPÉ-MIRI: A INAUGURAÇÃO

BANPARA IG MIRI

Muito bonita a Agência Banpará em Igarapé-Miri e muito bem localizada na Rua Lauro Sodré 171, ao lado da Prefeitura.

A inauguração de hoje teve a presença do vice-governador e foi cercada de políticos e servidores que foram prestigiar o evento:

BANPARA PLACA

Na atual gestão municipal não se tem a inauguração de uma única obra importante.

O asfaltamento prometido pelo Governo do Estado e pelo Prefeito ficou pelo meio do caminho e sem qualquer explicação do que foi feito ou gasto.

A ponte continua em obra e certamente é o feito mais importante do Governo Estadual nas últimas décadas, mas ainda não está concluído e dependerá de uma segunda etapa (ponte do Meruú).

Resta comemorar a inauguração de mais um Banco, notícia que foi destaque também na Agência Pará:

Nesta quinta-feira, 4, o Banco do Estado do Pará inaugura mais uma agência no Estado. Desta vez, é o município de Igarapé-Miri que recebe a nova unidade bancária, dotada de uma estrutura moderna e amplo espaço físico. O vice-governador do Estado, Helenilson Pontes, fará a entrega da nova agência à população. Atualmente, o Banpará está presente em 77 municípios e possui 118 unidades, entre agências e postos de atendimento. Além disso, a rede bancária possui 128 caixas eletrônicos espalhados pela capital e interior, além de 22 pontos de correspondentes bancários.

No próximo ano, o Banpará espera ampliar a estrutura e também os resultados: além de expandir os negócios, a instituição deverá entregar 23 novas agências e investir excelência na prestação de serviços e produtos. Para 2016, a previsão é que mais 10 unidades sejam inauguradas.

Além da expansão do número de unidades, o Banco investe na melhoria e revitalização dos pontos de atendimentos atuais, priorizando a melhoria no atendimento em todos os aspectos – qualificação de pessoal, condições de acessibilidade e infraestrutura.

BANPARA INAUGURAÇAOpovo em frente ao banpará

O vice-governador Helenilson Pontes inaugurou, na manhã desta quinta-feira (4), a primeira agência do Banpará do município de Igarapé-Miri, na região do Baixo Tocantins. A Agência 067, localizada no centro da sede municipal, conta com espaço amplo e quatro terminais de autoatendimento, além de “pessoal treinado para oferecer um serviço de qualidade à população do município”, informou o diretor da instituição, Brasilino Assunção. O Banpará está presente em cerca de 80 municípios, em todas as regiões do Estado. A meta é chegar aos 144 municípios paraenses nos próximos anos.

Para o vice-governador Helenilson Pontes, a inauguração de uma agência bancária em um município dinamiza a economia local. “É, principalmente, o Governo do Estado colocando o interesse dos paraenses em primeiro lugar, ao prestar serviço público de qualidade. Em três anos saímos de um lucro de R$ 30 milhões para R$ 150 milhões. Nenhum banco no Brasil conseguiu uma evolução desta em três anos”, enfatizou.

Helenilson Pontes também ressaltou que o objetivo do governo é implantar o Banpará em todos os municípios do Baixo Tocantins, inaugurando nos próximos meses as agências de Limoeiro do Ajuru, Baião e Mocajuba. “Isso é resultado de uma gestão pública com qualidade. É um dos bancos que mais crescem no Brasil em rentabilidade. Os ativos do Banpará, no início da atual gestão, eram de R$ 800 milhões; hoje ultrapassam os R$ 3 bilhões”, acrescentou o vice-governador.

Para o diretor Brasilino Assunção, as ações do Banpará estão atreladas à política econômica do Governo do Pará. “Hoje, o Banpará é um tutor da política socioeconômica do Governo do Estado, e também é uma referência em termos de instituição financeira em nível nacional”, ressaltou. “Todos os recursos que são depositados no banco são empregados exclusivamente no Estado do Pará, e são instrumentos no combate à pobreza e à desigualdade”, destacou.

A Agência de Igarapé-Miri fica localizada na Rua Lauro Sodré, no centro da sede municipal. Adailson Lousada, gerente da agência, disse que moradores de Igarapé-Miri recebiam seus salários na agência de Abaetetuba, que não comportava mais a demanda. “Ao receber seu salário em um município vizinho, eles acabavam deixando o dinheiro por lá. Esta realidade vai mudar”, afirmou Adailson Lousada.

josias e helenilsonservidores do banpara e helenilson

Anúncios