JOVEM PESQUISADOR MIRIENSE É PREMIADO COM EXPERIÊNCIAS SOBRE AÇAÍ E MIRITI

FEIRA NACIONAL 01

Aconteceu dos dias 27 a 31 de outubro, na cidade de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, a 29º edição da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (MOSTRATEC) – maior evento científico da América Latina.

A mostra reuniu mais de 370 projetos de 22 países como Brasil, Argentina, Cazaquistão, Chile, Colômbia, Dinamarca, Egito, Equador, Eslovênia, Espanha, EUA, Holanda, Indonésia, Itália, Luxemburgo, México, Paraguai, Peru, Porto Rico, Tunísia, Turquia e Uruguai.

O estado do Pará contou com dois trabalhos: um da cidade de Abaetetuba e outro de Igarapé-Miri. Com os projetos: FILTRO SEPARADOR E REDUTOR DE POLUENTES GASOSOS UTILIZADO EM ESCAPAMENTO DE ÔNIBUS, COM AÇÃO DO CARVÃO DO CAROÇO DE AÇAÍ (Euterpe oleracea) ATIVADO FISICAMENTE COM VAPOR D’ÁGUA e o projeto Transformando os resíduos do buriti em ração para suínos e carvão ativado. Fase III: Estudo da viabilidade social e ambiental da mobilização econômica. Sendo este ultimo do jovem pesquisador miriense Maurício Pantoja de 18 anos, que começou a pesquisa ainda na escola de ensino fundamental Bom Jesus I, na Boca do Caji. Maurício, que hoje é orientado pelo professor Gilberto Silva, que é coordenador de incentivo à pesquisa de Abaetetuba.

FEIRA NACIONAL 04

Maurício Pantoja, que desenvolveu métodos para o aproveitamento da bucha (mesocarpo) e caroço (amêndoa) de miriti, transformando a bucha em ração animal e na queima da amêndoa em um forno de barro se obteve carvão, que foi ativado posteriormente. O objetivo deste projeto é a valorização do buritizeiro e a reutilização de seus resíduos na produção de carvão ativado e rações para animais, gerando emprego e renda na região amazônica. Em vista de colocar o projeto nos principais eixos desenvolvimento sustentável da Amazônia, colaborando na geração de empregos e renda através da sustentabilidade comunitária.

Com esse projeto, Pantoja já tem no currículo mais de 30 participações em eventos científicos no Brasil e até em Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos em 2013. Com mais de 15 premiações, o jovem é bem cotado pelas universidades particulares do Estado e por empresas nacionais.

Este ano o projeto miriense apresentou uma nova proposta na MOSTRATEC-RS. “Nesta terceira fase do projeto visa-se o estudo da viabilidade social e ambiental da mobilização economia que a pesquisa gerará na região, com o desenvolvimento de oficinas para a capacitação dos agricultores em colheita e beneficiamento de sua produção de miriti, de forma correta” diz Maurício.

FEIRA NACIONAL 02

Com seu projeto disputando pela área de Gerenciamento do meio ambiente, o projeto desenvolvido em Igarapé-Miri, ganhou dois grandes prêmios na Mostratec-RS.  Maurício foi destaque com o 2º Lugar geral na sua área, e como prêmio mais importante do evento, o jovem foi classificado entre os noves projetos brasileiros para participar da a Intel ISEF (International Science and Engineering Fair) é a maior Feira Internacional de Ciências e Engenharia do mundo, que será realizada na cidade de Pittusburgh, nos Estados Unidos. Participam do evento projetos de 50 nações diferentes de todo o mundo. E os alunos participantes tem a oportunidade de mostrar sua pesquisa para todo o mundo, inclusive para os grandes vencedores dos prêmios Nobéis, que participarão do evento, além de concorrer à prêmios milionários e bolsas de estudos nas melhores universidades norte-americanas.

 FEIRA NACIONAL 03

 

 

 

 

 

Anúncios