TRE JULGA REJEITA RECURSO DE PÉ DE BOTO. E AGORA ?

Na manhã desta quinta-feira, o Tribunal Regional Eleitoral, por unanimidade, rejeitou o recurso de Embargos de Declaração de Ailson Amaral na Ação 302-95 que apurou abuso de poder econômico na distribuição de combustível.

Com a rejeição do recurso, perde efeito a liminar concedida pelo Ministro Luiz Fux assim que for feita a publicação no Diário Oficial do Estado. Isso deve ocorrer na próxima semana.

Assim, fica mantida a cassação de Pé de Boto e Edir Correa e novas eleições suplementares deverão ser marcadas.

Mas….

Ainda cabe recurso ao TSE e novo pedido de liminar por parte do Prefeito cassado.

Se ele conseguir nova liminar teria o direito de continuar no cargo até julgamento do recurso no Tribunal Superior Eleitoral, o que pode demorar mais alguns meses.

E agora, o que o povo quer ?

A saída de Pé de Boto conduz novamente Nenca ao cargo de Prefeito. Ele passou alguns dias no cargo, fez poucas mexidas e ainda existe muita desconfiança de que ele reze na cartilha de Ailson Amaral, já que fez parte da base de apoio do mesmo até poucos dias, quando demitiram alguns de seus aliados no governo, juntamente com apadrinhados do vereador Lula.

A Nova Eleição daria legitimidade ao que fosse eleito, mas isso depende de algum tempo e de inúmeras conversas e alianças políticas, que pode resultar até mesmo na volta do grupo de Pé de Boto. Ou volta a de nomes já conhecidos como Pina, Francisco, Ítalo Mácola, Nenca, Joca, Lula, Professor Valdir, Josias, Pastor Amorim, Edir, Preto do PV, etc..

E até mesmo o surgimento de nomes novos cogitados em conversas nas redes sociais e nas ruas, como Darlene, Darinho, Orivaldo Corrêa, Marcelo Corrêa, Amadeu Correa, Fábio Costa, Professor Isaac e até mesmo o Dr. João Eudes (este já avisou que não tem sequer partido, muito menos interesse de concorrer em eleição).

Claro que esses nomes aqui apontados são apenas comentados, nenhum deles sequer foi procurado pelo GM para tratar do assunto, se trata apenas de comentários de rua, face e zap. Vai ver que alguns não tem sequer pretensão ou são filiados a partidos ou até mesmo alguns pertencem ao mesmo grupo político.

O certo é que os partidos aguardam o desfecho da decisão do TSE, que caso negue a cautelar para Pé de Boto possibilitará a regulamentação de novas eleições suplementares em Igarapé-Miri, do mesmo modo que vai ocorrer dia 18 de janeiro em Santa Maria do Pará.

Se Pé de Boto conseguir a liminar fica no cargo e vai depender de outras situações.

No TRE ainda existem outros 3 processos nos quais ele pode ter o mandato cassado.

No Tribunal de Justiça existem 2 denúncias criminais do Ministério Público contra ele, uma delas em que o Dr. Nelson Medrado já informou nos jornais que pediu até mesmo prisão preventiva.

Ou seja, mesmo que permaneça no cargo, além de todos os problemas administrativos (greve, atraso de salários e tantos mais) ainda vai depender de novas decisões judiciais para permanecer no cargo ou se ficaria novamente Edir Correa.

Se o TSE negar a liminar e sair Resolução com novas eleições os partidos devem começar a entabular reuniões e acordos para apresentar candidatos. Aí de fato saberemos os nomes e propostas de cada um e poderá ser deslanchada a campanha eleitoral que vai definir quem irá comandar o Município por esse curto período de menos de dois anos, tendo que enfrentar uma grave crise institucional e problemas administrativos.

Resta aguardar o que o destino reserva ao povo da Terra do Açaí…

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “TRE JULGA REJEITA RECURSO DE PÉ DE BOTO. E AGORA ?

  1. É o Estado Democrático de Direito mantendo a decisão de que houve abuso de poder econômico que manchou o processo eleitoral, logo, inevitável a manutenção da cassação dos Diplomas de Edir e Ailson.

Os comentários estão desativados.