DIÁRIO DO PARÁ: RELAÇÃO DE PÉ DE BOTO PRÓXIMA A JATENE…SERÁ ?

PABLO COM ITALO E JATENE

No jornal Diário do Pará de hoje existe ainda uma outra matéria que trata da proximidade política de Pé de Boto e Jatene.

Foi postada ontem e hoje também uma foto de Pé de Boto ao lado do governador, possivelmente em audiência no Palácio dos Despachos.

Mas será que o governador é próximo de Ailson Amaral ?

Ao que se sabe Pé de Boto recebeu um amplo apoio para a eleição de diversos grupos políticos, todos ligados ao governo.

Quem é mais próximo do governador e do prefeito, certamente é Ítalo Macola, que é do PSDB, já exerceu altos cargos no governo e inclusive a vaga de deputado estadual. A foto de recebimento de prefeito com governador é fato corriqueiro, pois institucionalmente atende até mesmo os de oposição.

Dizer que Pé de Boto comandaria a campanha de reeleição de Jatene na região também parece não ser um fato público. Que ele apoia o governador e Ítalo Mácola e  Antonio Armando Júnior é mais fácil de se afirmar.

Nem mesmo na visita de Jatene em Igarapé-Miri o prefeito acompanhou a carreata, apenas um de seus filhos e vários aliados. Quem mais esteve presente foi Dilza e Ítalo Mácola, sendo que hoje a ex-prefeita apoia Ana Cunha (estadual) e Nilson Pinto (federal). A carreata não recebeu o apoio que era esperado da população.

PE DE BOTO COM AUTORIDADES NA PMIGM

A relação entre Ítalo e Pé de Boto também foi muito divulgada pela obra da Ponte, como se fossem os grandes articuladores do feito. Só que o projeto da ponte sobre o Rio Igarapé-Miri e Meruú está nos planos de governo faz muito tempo, parte do projeto também passou pelo governo Ana Júlia. Mas como as obras começaram no atual mandato de Jatene apareceram muitos “pais” da criança.

No caso da obra de “asfaltamento” da cidade e da estrada da Vila de Maiauatá, aí sim houve ampla divulgação, até com fotos de que Pé de Boto e Ítalo teriam sido agraciados pelo governo estadual. Tal fato foi objeto de matéria no GM.

Mas nunca se viu esse suposto “CONVÊNIO DO ASFALTO”.

Na cidade o tal asfalto ainda não chegou, só as placas. E a eleição está na porta.

Na estrada da Vila, que é de competência do Governo Estadual, a empresa contratada iniciou trabalhos, mas o asfaltamento não passou de poucos quilômetros e o restante continua quase intrafegável.

Nessa guerra entre Diário e Liberal tá valendo tudo para vincular fatos negativos com os candidatos ao governo. Basta lembrar que no caso da Operação CALÇA CURTA em Pirabas, o Jornal O Liberal divulgou diversas fotos do prefeito investigado com Jáder e aliados do PMDB.

Agora se faz a mesma coisa, diante da vinculação política dos investigados com os políticos em campanha.

No entanto, a investigação policial não busca caráter político, apenas apura as denúncias de crimes, que são graves, mas que ainda não podem servir de condenação aos envolvidos.

Vejam a matéria do Diário do Pará disponível no DOL e tirem suas conclusões:

RELAÇÃO COM JATENE É BEM PRÓXIMA.

Após prestar depoimento no inquérito policial aberto para apurar as acusações contra o grupo que está preso – dois policiais citados no mandado de prisão expedido pelos desembargadores do Tribunal de Justiça, Rômulo Nunes e Vânia Lúcia da Silveira, não foram encontrados e oficialmente estão na condição de foragidos -, o secretário de Obras, Ruzol Gonçalves, por intermédio de seu advogado, pediu para cumprir em casa o mandado de prisão temporária. Alegou, para isso, que sofre de problema cardíaco.

Os documentos apreendidos na prefeitura e na residência de alguns presos na operação, ainda de acordo com o procurador, não foram examinados pelos investigadores. Isso deverá ser feito nos próximos dias, numa reunião com auditores do Tribunal de Contas e com o delegado responsável pelo inquérito. Esses papéis devem passar também por uma perícia para compor a ação processual do Ministério Público. O patrimônio de “Pé de Boto” também será investigado, porque ele próprio teria dito a um policial que alguns bens que possui não haviam sido declarados.

O prefeito, nos últimos meses, mergulhou de cabeça na campanha do governador Simão Jatene, a quem apoia no município e de quem recebe apoio recíproco. “Pé de Boto” foi recebido várias vezes por Jatene, tratando da campanha eleitoral do candidato do PSDB. Em troca do empenho do prefeito, o governador prometeu concluir uma ponte sobre o rio Igarapé-Miri, de acesso àquela cidade.

(Diário do Pará)

 

Anúncios