PÉ DE BOTO ROMPE ALIANÇA COM ÍTALO MACOLA OU SERÁ ESTRATÉGIA DE CAMPANHA ?

demitido1

A atual administração municipal de Igarapé-Miri foi gerada de ampla aliança de oposição ao governo Pina.

Com Pé de Boto se aliaram Dilza, Edir, Danda (já falecido), Mário Leão, Itálo Mácola e outros.

Desses aliados não restam mais nenhum com indicações no Executivo. O último a cair foi Jefferson Mácola, exonerado nesta semana da Secretaria de Saúde.

Oposições ao sobrinho de Ítalo já eram públicos de muito tempo, até em rádio local. Uns diziam que gente do governo queria vaga e alguns falavam que a explícita má-gestão teria contaminado a relação com o prefeito.

Se era briga pela vaga venceu o mais forte. Se era por má-gestão, não custa perguntar qual o motivo de esperarem 1 ano e 7 meses para efetivarem a troca, depois que tantos sofreram e ainda sofrem por falhas na saúde do município.

Se comenta ainda que Jefferson não mandava na Secretaria de Saúde e sim os parentes do Prefeito. E outros afirmam que ele já teria ameaçado sair do cargo desde dezembro de 2013, mas preferiu recuar para manter aliança até as eleições deste ano.

Certo que hoje a aliança com Ítalo se rompeu ou poderia ser mais uma estratégia de campanha eleitoral do candidato a deputado, que não gostaria de ser afetado pela péssima situação da saúde Miriense, com hospitais sem remédios e requisitos mínimos de atendimento na maioria dos postos de saúde.

Rompidos ou não, a aliança eleitoral se acabou. Não se viu sequer o candidato a deputado tirando fotos com Pé de Boto na Festa de Sant’Ana, onde tantos políticos compareceram.

Quais serão os efeitos desse rompimento ?

Ítalo Mácola é da velha guarda do PSDB Estadual e conhece como poucos os caminhos do Palácio dos Despachos, onde já atuou em vários cargos, além de ter exercido mandato de deputado estadual em diversos períodos.

Se o rompimento se consolidar, Ítalo perde muito em sua candidatura, já que não conta mais com o apoio de Dilza Pantoja, que hoje apoia Ana Cunha (PSDB) para o parlamento Estadual e muito menos de Edir Corrêa, que está na base do PSD.

Dizem que Pé de Boto teria prometido 10 mil votos a Ítalo. No entanto, mesmo sendo o mais votado em Igarapé-Miri em 2010 para deputado estadual não alcançou mais do que 3323  votos, sendo que tinha o apoio de Dilza, Edir e muitos outros.

Certamente que Ítalo não acreditou que teria 10 mil votos mirienses com apoio de Pé de Boto, que caminha em uma desastrada administração como jamais se viu nos últimos 20 ou 30 anos de política local.

Geralmente quem não cumpre acordos políticos tende a sofrer maior desgaste eleitoral.

Os resultados dessas brigas poderão refletir já agora em 2014.

Resta esperar e conferir…

Anúncios

2 comentários sobre “PÉ DE BOTO ROMPE ALIANÇA COM ÍTALO MACOLA OU SERÁ ESTRATÉGIA DE CAMPANHA ?

  1. É muito provável que Ítalo Mácola tenha tentado “livrar” sua pele, que estava colada na pele de Ailson Amaral (AA); mas o atual prefeito de Igarapé-Miri é poderosíssimo na CAPTAÇÃO DE VOTOS neste atribulado Miri e isso aina pode levar Mácola a ter uns mil-zinho de votos por aí… “colhidos” por AA. Em 2016 esse tapetão deve surtir resultados (como estarão, até lá, essas forças eleitorais de Ig.-Miri, que apoiavam Amaral: Fuxico-DEM, Dilza-PSD, Edir Corrêa-PSD, Ítalo Mácola-PSDB, Mário Leão-PSDB, além dos peemedebistas Nenca, Toninho da Vila e Santuri, dentre muitos outros apoiadores de Amaral?), como os mais fortes filiados ao PR, PSB, PDT???

    Amaral não é de seguir as regras das alianças eleitorais e isso poderia justificar a saída de Jéfferson Mácola. Mesmo porque Jéfferson é somente mais um a sair da ilharga de PB.

Os comentários estão desativados.